O desafio de “reinventar” o RN

O cientista social, economista e professor da UFRN Wellington Duarte mira as eleições de 2022 analisando o que o programa de governo do PT pode defender para o Rio Grande do Norte

Livros, magias, etc

A pesquisadora, escritora e professora da UFRN Cellina Muniz virou a chave, trocou a cerveja pelos chás e deixou o lado bruxa aflorar nos últimos dias.

Feminicídio: aprovado projeto que proíbe tese da ‘legítima defesa da honra’

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou nesta quarta-feira (6) o projeto de lei da senadora Zenaide Maia (Pros-RN) que proíbe o uso da tese da “legítima defesa da honra” como argumento para a absolvição de acusados de feminicídio. O texto também exclui os atenuantes e redutores de pena relacionados à “forte emoção” no caso de crimes contra as mulheres. A proposta, relatada pelo senador Alexandre Silveira (PSD-MG), segue para a Câmara dos Deputados, se não houver recurso para votação em Plenário.

Quer saber como é a vida no espaço? UFRN abre inscrições para quem quiser conhecer o Marte do RN

A estação espacial análoga Habitat Marte disponibilizou no site as últimas três vagas para quem deseja aprender um pouquinho mais sobre o trabalho de pesquisa em missões espaciais. Nos dias 9 e 10 de julho, o Habitat Marte abre as portas para a missão de número 125, que acontece na estação do município de Caiçara do Rio do Vento, na região do semiárido do Rio Grande do Norte.

Cultura do RN deve receber mais de R$ 100 milhões de leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc

O setor cultural do Rio Grande do Norte deve receber mais de R$ 100 milhões através das duas leis de incentivo que foram destravadas pelo Congresso Nacional: a Lei Paulo Gustado e a Lei Aldir Blanc 2. Ambas as legislações possuem recursos que serão administradas pelos governos estaduais e diretamente por cada município.

Ocupação Emmanuel Bezerra depois de alagamento em março I Foto: reprodução

Famílias de ocupação denunciam invasão violenta de policiais com fuzis e PM diz que vai investigar caso

Por meio de nota, a direção da Polícia Militar do RN afirmou que não compactua com esse tipo de ação e que será aberto um procedimento interno para investigar o caso.