CIDADANIA

Banco do Brasil retoma crédito para pessoas com deficiência, mas aumenta juros

O BB Acessibilidade, linha de crédito do Banco do Brasil para pessoas com deficiência foi retomada na quarta-feira (17) com aumento nas taxas de juros. Destinado compra de equipamentos como cadeiras de rodas, aparelhos auditivos ou adaptação de imóvel residencial, o crédito estava suspenso desde o dia 1º de agosto.

O fato repercutiu e, considerando que a empresa é tem administração pública, a deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) chegou a entrar com uma ação popular na justiça pedindo o restabelecimento imediato do empréstimo. A parlamentar comemorou o retorno do crédito.

SAIBA MAIS: Deputada do RN entra na justiça contra suspensão de crédito do Banco do Brasil para pessoas com deficiência

A taxa mínima de juros passou de 5% para 6% ao ano e a máxima, de 5,5% para 7,5% ao ano. Os juros variam de acordo com a renda de quem fez o empréstimo, passando a ser de 6% para quem recebe até cinco salários mínimos e 7,5% para quem recebe entre cinco e dez salários mínimos.

A linha do BB foi criada em em 2012 e já teve cerca de 99 mil operações contratadas, com desembolsos de R$ 813 milhões. O financiamento oferece entre R$ 70 e R$ 30 mil e o prazo de pagamento pode chegar a 60 meses (cinco anos).

De acordo com matéria publicada pela Folha de S. Paulo, o Banco justificou a suspensão “em razão das discussões em curso sobre as suas condições financeiras”, mas não detalhou que condições são essas. Segundo fonte do jornal, tentava negociar com o governo federal aumento do subsídio dado a esse tipo de crédito.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Previous ArticleNext Article