CIDADANIA

Prefeitura de Natal retarda licitação do transporte público e alega que aumentaria tarifa

Ônibus I Foto: Mirella Lopes

Com lançamento de edital previsto para o mês de julho, a licitação do transporte público foi adiada mais uma vez pela Prefeitura de Natal. A informação foi divulgada pela secretária de mobilidade urbana, Daliana Bandeira, nesta segunda-feira (1º), ao G1 RN.

De acordo com as informações da secretária, os cálculos realizados pela pasta apontaram que seria necessária uma passagem mais cara que a cobrada atualmente, que é de R$ 4.

A Prefeitura já tinha adiado a licitação em março de 2022, alegando a mesma coisa: necessidade de recalcular a tarifa. Daquela vez, por causa do aumento do diesel.

“Não é interessante, não é uma política que o município quer adotar, de ter um reajuste tarifário nesse momento – um momento tão delicado para as pessoas. Então a gente achou mais responsável reavaliar o sistema, ver o que que a gente pode ainda otimizar nessa nova rede que está sendo proposta, de forma a garantir uma qualidade no serviço, mas reduzindo esses custos operacionais”, afirmou a secretária à reportagem.

“O que remunera o nosso sistema, o que paga os custos operacionais é o que se arrecada via tarifa. E é do conhecimento de todo mundo o aumento é do óleo diesel, do lubrificante, dos pneus, então isso jogou a tarifa um pouco para cima”, afirmou.

Sem nunca ter realizado licitação e sem qualquer contrato formal, o serviço de transporte opera na capital potiguar em formato de permissão.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo