CIDADANIA

Vídeo: No dia do Patrimônio e Memória, cruzeiro de 1599 que demarca área de Natal amanhece destruído 

Santa Cruz da Bica I Foto: Ricardo Araújo

O cruzeiro instalado em 1599 que demarca a área onde Natal deveria nascer, na Praça da Santa Cruz da Bica, perto do Viaduto do Baldo, no bairro da Cidade Alta, amanheceu nesta quarta (17), Dia do Patrimônio e Memória, depredado. O monumento, junto com outro cruzeiro instalado na mesma época na Praça das Mães, na subida da Ribeira e que já havia sido vandalizado há ainda mais tempo, demarcavam a área onde a cidade do Natal deveria ser erguida.

Documentos oficiais analisados por pesquisadores e publicados em livros mostram que nas três primeiras décadas de sua fundação, Natal tinha apenas 60 casas entre os dois crucifixos, que foram fincados a 878 metros de distância um do outro.

Praça da Santa Cruz da Bica, na Cidade Alta I Foto: Ricardo Araújo
Praça da Santa Cruz da Bica, na Cidade Alta I Foto: Ricardo Araújo
Cruzeiro amanhecer destruído I Foto: Ricardo Araújo
Cruzeiro amanhecer destruído I Foto: Ricardo Araújo
Cruzeiro amanhecer destruído I Foto: Ricardo Araújo
Cruzeiro amanhecer destruído I Foto: Ricardo Araújo

Confira o vídeo:

Saiba +

Do abandono à retomada pela cultura: Centro Histórico de Natal luta pra manter de pé arquitetura que abriga história da cidade

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo