CIDADANIA

Unimed Natal cobra mensalidade de cliente que já faleceu 

Hospital da Unimed em Natal (RN) I Imagem: reprodução

Cerca de um mês depois de perder o filho Luís Felipe Fernandes Freire, de 23 anos, vítima de um infarto fulminante, Aldemir Freire, pai do jovem e Secretário de Estado do Planejamento e das Finanças do Estado do Rio Grande do Norte, foi surpreendido com a cobrança de uma mensalidade do plano de saúde de Luís Felipe. O cancelamento do serviço havia sido solicitado à Unimed Natal cinco dias depois do falecimento do jovem, constatado no dia 07 de julho. 

Em suas redes sociais, Aldemir fez um desabafo sobre a insensibilidade da operadora que o obrigou a ouvir, “aos prantos”, um longo texto sobre a impossibilidade de cancelar o contrato, apesar da perda do filho. Com a chegada da mensalidade, Aldemir Freire foi obrigado a entrar novamente em contato com a operadora para tentar resolver a questão. 

Cada ligação ou email que a @unimednatal me obriga a fazer para tratar desse assunto é como se eu estivesse revivendo novamente a morte do meu filho. Me desculpem utilizar o Twitter para isso. Mas isso me fez desmoronar”, lamentou. 

Nos comentários da postagem, a operadora foi muito criticada pelos internautas. 

Postagem de Aldemir Freire sobre cobrança de plano de saúde de filho que faleceu I Imagem: reprodução

Aldemir Freire e família I Foto: reprodução redes sociais
Na foto de Aldemir Freire com a família, Luís Felipe está de óculos I Foto: reprodução redes sociais

O outro lado 

A Agência Saiba Mais entrou em contato com a Unimed Natal, que afirmou que a Central de Atendimento ao Cliente está em contato com Aldemir Freire para resolver a demanda.  Segundo a operadora, uma nova fatura sem a cobrança da mensalidade do filho falecido está sendo reenviada. Além disso, a Unimed Natal explica que o problema foi provocado por contratempos, já que a exclusão de dependentes não é realizada por telefone, mas por email, para que os clientes não precisem se deslocar até a unidade. Confira a nota na íntegra: 

“A Central de Atendimento ao Cliente está, neste momento, em contato com ele para resolver a demanda. Tivemos alguns contratempos nesse fluxo porque a exclusão de dependentes não é realizada por telefone, somente a exclusão total do plano. A alternativa de realizar o procedimento pelo e-mail seguros@unimednatal.com.br visa proporcionar maior comodidade ao cliente para que não precise se deslocar. A fatura do plano de saúde dele já está sendo reenviada com a exclusão do dependente a partir da data do óbito. A Unimed Natal lamenta o transtorno, se solidariza com a família em sua perda e está providenciando os ajustes necessários para que não volte a ocorrer”. 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo