Defesa Civil nacional reconhece estado de emergência em mais quatro municípios do RN por causa da seca
Natal, RN 16 de abr 2024

Defesa Civil nacional reconhece estado de emergência em mais quatro municípios do RN por causa da seca

22 de setembro de 2022
2min
Defesa Civil nacional reconhece estado de emergência em mais quatro municípios do RN por causa da seca

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Por causa do período de estiagem, Caraúbas, Monte das Gameleiras, Rodolfo Fernandes e São Tomé, todas cidades no interior do Rio Grande do Norte, tiveram a situação de emergência reconhecida em decorrência de desastres naturais. A portaria, publicada no Diário Oficial da União desta quinta (22), não traz informações sobre os repasses que serão feitos aos municípios.

O reconhecimento permite que os municípios recebam auxílio financeiro do Governo Federal para desenvolver ações de defesa civil. Nesta quarta (21), o município de Brejinho já havia sido contemplado com a medida. A cidade vai receber R$ 119 mil, segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional.

Os municípios que têm a situação de emergência reconhecida pela Defesa Civil Nacional podem solicitar recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional para atender a população afetada no restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados.

Reservatórios

O Rio grande do Norte possui dez reservatórios com capacidade abaixo dos 10%: Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 1,34%;  Zangarelhas, localizado em Jardim do Seridó, com 1,39%; Caldeirão de Parelhas, localizado em Parelhas, com 3,9%; Itans, localizado em Caicó, com 5,47%; Japi II, localizado em São José do Campestre, com 5,9%; Brejo, localizado em Olho-d'Água do Borges, com 7,39%; Marechal Dutra (Gargalheiras), localizado em Acari, com 7,39%; Boqueirão de Parelhas, localizado em Parelhas, com 7,89%; e Tourão, localizado em Patu, com 9,2%.

O levantamento foi realizado no último dia 13, pelo Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn). Em 2021, 5 reservatórios monitorados pelo Igarn já estavam com volumes inferiores aos 10% da sua capacidade.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.