Ministério Público denuncia e Justiça manda soltar policial candidato a deputado acusado por triplo homicídio em Natal
Natal, RN 15 de jun 2024

Ministério Público denuncia e Justiça manda soltar policial candidato a deputado acusado por triplo homicídio em Natal

15 de setembro de 2022
2min
Ministério Público denuncia e Justiça manda soltar policial candidato a deputado acusado por triplo homicídio em Natal

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) denunciou, nesta quarta (14), o policial reformado Wendel Fagner Cortez de Almeida, conhecido como “Wendel Lagartixa”, e mais três pessoas pelo assassinato de Yago Lucena Ferreira, Rommenigge Camilo dos Santos e Felipe Antoniere Araújo.

No entanto, no final da manhã desta quinta (15), a Justiça revogou a prisão temporária contra Wendel, do sargento da PM Francisco Rogério da Cruz e contra o ex-policial João Maria da Costa Peixoto, também conhecido como João Grandão. Segundo o juiz do caso, José Armando Dias, não havia requisitos suficientes para transformar a prisão temporária em preventiva, conforme solicitação do MPRN.

Acusação

Segundo a denúncia apresentada pelo Ministério Público, as vítimas do triplo homicídio foram mortas a tiros, dentro de um bar, em abril deste ano, no bairro da Redinha, na Zona Norte de Natal (RN). Os acusados, um policial militar da ativa, dois ex-policiais militares e um quarto indivíduo, são apontados como membros de um grupo de extermínio. Eles ainda tentaram assassinar mais três outros homens que estavam no local.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o ajudante de cozinha Yago Lucena Ferreira e o ajudante de pedreiro Felipe Antoniere Araújo foram mortos por “queima de arquivo”, porque testemunharam a morte de Rommenigge Camilo dos Santos, alvo principal do grupo criminoso.

Além dos quatro denunciados, o MPRN aponta que um quinto criminoso também participou das mortes, mas ele ainda não foi identificado.

As execuções duraram cerca de 27 segundos, segundo o que foi registrado pelas câmeras de segurança do bar onde o crime ocorreu. Os assassinos ainda trocaram de roupas e de carro logo após as mortes, na tentativa de dificultar as investigações.

TRE autoriza candidatura de acusado de triplo homicídio

Wendel Lagartixa teve a candidatura a deputado estadual aceita nessa segunda (12) pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN). Ele estava preso desde 20 de junho, por suspeita de participação no triplo homicídio, e fazia campanha de dentro da prisão.

Saiba +

TRE autoriza candidatura de militar preso por suspeita de participação em triplo homicídio

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.