Natália Bonavides requer derrubada de medida de Bolsonaro contra leis da cultura
Natal, RN 13 de jul 2024

Natália Bonavides requer derrubada de medida de Bolsonaro contra leis da cultura

1 de setembro de 2022
2min
Natália Bonavides requer derrubada de medida de Bolsonaro contra leis da cultura

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A deputada federal Natália Bonavides (PT/RN) enviou, na quarta-feira (31), ao Senado Federal, ofício solicitando a devolução à Presidência da República da Medida Provisória nº 1135/2022, que adia e retira a obrigatoriedade do repasse dos valores pertinentes às Leis Aldir Blanc e Paulo Gustavo ao setor cultural.

“Requeremos ao presidente Rodrigo Pacheco que negue a tentativa de Bolsonaro de acabar com as leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc, de apoio à Cultura. Os trabalhadores da cultura tiveram graves prejuízos financeiros, foram os primeiros a parar e os últimos a poderem retomar suas atividades por conta da pandemia de covid-19. Precisam do auxílio emergencial pra ontem”, afirmou a parlamentar.

Saiba +

Bolsonaro confisca repasses para leis Paulo Gustavo, Aldir Blanc 2 e Perse e deixa RN sem pelo menos R$ 100 milhões

Ambas as leis foram promulgadas seguindo regularmente os parâmetros e exigências do processo legislativo. A lei Paulo Gustavo previa que o pagamento de R$ 3,86 bilhões para estados e municípios deveria ocorrer em, no máximo, 90 dias após sua publicação, portanto, ainda em 2022. Com a medida provisória, Bolsonaro adiou para 2023. Já a lei Aldir Blanc falava que o pagamento deveria ocorrer em 2023 e com a medida foi adiada para 2024.

A decisão presidencial também muda a redação para retirar a obrigatoriedade dos repasses, deixando que a União fique apenas autorizada a destinar os recursos a estados e municípios, “observada a disponibilidade financeira".

“Bolsonaro mais uma vez interfere de forma indevida na atuação do Legislativo a partir do uso inadequado de Medida Provisória, cujo propósito é de, mais uma vez, atacar a cultura e negar direitos a quem foi duramente impactado pelos efeitos da pandemia. No Congresso lutaremos para derrubar essa medida absurda”, complementou Natália.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.