CIDADANIA

Presidentes de ABC e América-RN destacam projeto do Governo do RN que ajudou clubes com acesso

Com os acessos recentes do ABC para a Série B do Campeonato Brasileiro e do América-RN para a Série C, presidentes dos dois clubes têm destacado um apoio importante vindo do Governo do Rio Grande do Norte: a Nota Potiguar. 

O programa é um modelo utilizado em diversos estados do país, segundo o titular da Secretaria de Tributação do Rio Grande do Norte (SET), Carlos Eduardo Xavier, e teve início a partir da gestão Fátima Bezerra (PT). Nele, o consumidor solicita a nota fiscal nas compras realizadas em comércios locais e acumula pontos, que depois podem ser trocados por benefícios, como produtos oficiais de times de futebol do Estado.

O projeto rende um patrocínio de R$ 1,5 milhão ao ano para times locais que disputam competições nacionais, casos de ABC, América e Globo, e é vista pelos mandatários como reforço importante para os acessos no Brasileirão. 

“Se trata de um recurso que ajudou sobremaneira a quitar compromissos assumidos para a disputa do Campeonato Brasileiro. Sem essa ajuda, talvez, ABC e América não tivessem conseguido o objetivo de subir para as séries B e C, respectivamente”, aponta o presidente do ABC, Bira Marques. 

O recurso financeiro foi visto como tão importante que Marques e Souza, presidente do América, participaram da propaganda eleitoral da governadora, destacando a parceria entre governo e clubes. 

“O recurso da Nota Potiguar chegou e fez com que a gente realmente alavancasse. E chegando na reta final com força, e a gente fez um grande campeonato com nossos acessos”, disse Bira na inserção. Já Souza, maior ídolo da história do América, disse que o “programa tem ajudado muito as equipes do estado”. Segundo o presidente, a Nota Potiguar “tem beneficiado a todos, e a gente só tem a agradecer a governadora por esse programa”.

O programa é gerenciado pela SET. De acordo com Xavier, a pasta adotou dois critérios ao instituir o programa. “No primeiro semestre a gente tem apoiado o Campeonato Estadual, e esse apoio acaba atingindo todos os clubes da primeira divisão. No segundo semestre, a gente criou um critério de apoiar os clubes que disputam competições nacionais representando o Rio Grande do Norte”, explica. 

“Esse critério acaba beneficiando todos os clubes porque quando esses clubes tem êxito, como aconteceu agora em 2022, você acaba abrindo mais vagas para outras equipes do estado disputarem competições nacionais”, comenta. O Globo de Ceará-Mirim disputou a primeira fase da Série D mas não conseguiu a classificação. Já para 2023, com as classificações dos times da capital, quatro clubes devem disputar competições nacionais, expandindo o apoio do Nota Potiguar.

A parceria com os clubes nasceu a partir da pandemia, segundo Xavier. A ideia inicial era que ao solicitar a nota fiscal e acumular pontos, a população pudesse trocá-los por ingressos nos estádios. Com a retomada do futebol após o início da pandemia, entretanto, os jogos passaram um período sendo realizados com portões fechados, sem público. A partir disso, a SET adotou a troca de pontos por produtos oficiais dos times. 

“E foi um sucesso”, comemora “Cadu”, como é conhecido. “Sempre que a gente lançava esses vouchers, esgotavam em minutos, devido a tamanha paixão pelos clubes”, aponta. 

“É uma parceria onde todo mundo ganha. O estado ganha porque a gente tem quase 300 mil usuários na campanha, então a gente costuma dizer que são 300 mil fiscais pedindo documentos fiscais no comércio local, combatendo a sonegação fiscal, a informalidade”, afirma o secretário. 

“E ganha também, obviamente, os clubes, porque tiveram acesso a esses recursos, e ganha o torcedor, os usuários da campanha, que tiveram acesso a produtos oficiais dos seus clubes exclusivos da campanha através da troca dos pontos por esses produtos”. 

Além de produtos oficiais dos clubes, os usuários da Nota Potiguar recebem outras vantagens, como levantamento de preços de combustíveis, descontos no IPVA, prêmios como diárias em hotel e souvenires de diversos tipos.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo