Campanha de Bolsonaro não inclui RN na lista de prioridades para o 2° turno
Natal, RN 16 de jun 2024

Campanha de Bolsonaro não inclui RN na lista de prioridades para o 2° turno

12 de outubro de 2022
2min
Campanha de Bolsonaro não inclui RN na lista de prioridades para o 2° turno

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Coordenador nacional da campanha de Jair Bolsonaro (PL) à presidência da República, o senador Flávio Bolsonaro, filho do atual presidente, não incluiu o Rio Grande do Norte na lista de prioridades da campanha na região Nordeste.

Em entrevista ao jornal O Globo, Flávio informou que os Estados que terão "foco especial"  serão Bahia, Pernambuco, Ceará, Maranhão e Piauí:

- Na região Nordeste tem o foco especial na Bahia, Pernambuco, Ceará, Maranhão e Piauí, que são os maiores estados com mobilização dos prefeitos. Muita gente votou em Lula porque queria que acabasse logo no primeiro turno", disse.

O Rio Grande do Norte elegeu, já no 1° turno, a governadora do PT Fátima Bezerra. O Estado potiguar deu a Lula uma maioria de 641.448 sobre Bolsonaro. O petista conquistou quase 63% dos votos.

A tendência, no 2° turno, é que essa maioria aumente ainda ainda.

A governadora reeleita Fátima Bezerra revelou em recente entrevista ao Balbúrdia, programa no YouTube da agência SAIBA MAIS, que os governadores do Nordeste estão fazendo uma competição informal para ver qual Estado nordestino dará o maior percentual a Lula no 2° turno. No primeiro, o Piauí "venceu a disputa", com 75% dos votos.

O líder petista teve mais votos que o atual presidente em todos os 9 estados do Nordeste. Quase 40% dos votos de Lula vieram da região.

Sem prioridade da campanha nacional, o bolsonarismo potiguar busca cooptar apoios dos prefeitos no interior do RN com a chantagem financeira do Orcamento Secreto e conta com a aliança de políticos tradicionais que enfrentam processos na Justiça por denúncias de corrupção, como o senador eleito Rogério Marinho (PL) e o ex-senador José Agripino Maia (UB).

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.