CarnaLula leva multidão às ruas de Ponta Negra e ameniza ansiedade pré-eleição até domingo (30)
Natal, RN 16 de jun 2024

CarnaLula leva multidão às ruas de Ponta Negra e ameniza ansiedade pré-eleição até domingo (30)

28 de outubro de 2022
4min
CarnaLula leva multidão às ruas de Ponta Negra e ameniza ansiedade pré-eleição até domingo (30)

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

E aí, vai dar certo ?”, “Você acha que dá?”, “Vamos vencer?”, “Está conseguindo dormir direito?”, “E domingo que não chega, hein?”. São muitas as variações da mesma pergunta que não quer nem vai calar até o início da noite do próximo domingo (30). E várias dessas mutações foram ouvidas quinta-feira (27), quando uma multidão vestida de vermelho saiu às ruas do bairro de Ponta Negra, em Natal, para celebrar o aniversário do ex-presidente Lula, líder e favorito para vencer as eleições e se tornar presidente do Brasil pela terceira vez.

Um único consenso unia a turma: o de que se dependesse só do Nordeste, Lula estaria eleito e nem 2º turno haveria.

Na verdade, os 77 anos do filho de dona Lindu foi apenas um pretexto. Aquela gente queria mesmo era extravasar e amenizar a ansiedade que toma conta do país às vésperas do pleito mais importante da história desde a redemocratização.

De acordo com a organização do CarnaLula, mais de 5 mil pessoas participaram do carnaval fora de época que reuniu vários blocos de carnaval da cidade. Dos blocos mais antigos e tradicionais, como o Poetas, Carecas, Bruxas e Lobisomens até os mais recentes, a exemplo do Bloco da Produção, formado por produtoras culturais de Natal. Bode Expiatório, Bloco Goiamum, Invasão Potiguara, Banda Independente da Ribeira e Suvaco do Careca também marcaram presença. Ainda seguraram a percussão os batuqueiros e batuqueiras do Zamberacatu, Pau e Lata, Batuque Resistência, Afoxé Estrela da Manhã, Batucada de Luta e Folia de Rua.

Até bloco que ainda nem foi criado apareceu. É o caso da Turma do Boneco, um projeto espontâneo idealizado pelo ativista Roberto Monte que desde 2018 percorre municípios do Rio Grande do Norte com um boneco gigante de Lula. Em 2023, garantiu Monte, a turma vai cair na gandaia no carnaval.

Lula gigante foi uma atração à parte ao CarnaLula, em Ponta Negra / Foto: Rafael Duarte

Uma faixa onde se lia “Romildo Soares presente” homenageava o compositor potiguar, morto na terça-feira (26).

A governadora Fátima Bezerra apareceu por volta das 21h, caiu na folia, mas ficou pouco tempo e não seguiu o trajeto até o final. Diferente da deputada estadual Isolda Dantas e da vereadora Brisa Bacchi, que encorparam a comissão de frente até o fim.

No trajeto que começou na praça do Gringos e chegou até o ponto Sete, já tradicional espaço de aglomeração do PT, distribuição gratuita de abraços, beijos e muita música. Da previsível Olê olê olê olá, Lula lá aos piseiros da moda, como a Tá na hora de Jair... jair embora..., que alcançou essa semana o 2º lugar no spotfy foram entoadas.

Uma parada estratégica com cânticos de louvor a Lula ocorreu em frente ao bar Curió, reduto bolsominon na Zona Sul. Já pela metade do percurso, uma mulher vestida de vermelho da cabeça aos pés berrou que o dia 27 de outubro tinha que ser instituído como feriado estadual.

O carnaval acabou por volta da meia-noite, já na sexta-feira da ressaca. Após o ensaio, agora os corações voltam a bater mais acelerado até domingo com um misto de ansiedade, esperança, confiança e aquela dúvida que teima em não sair da cabeça:

“E aí, vai dar certo?”.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.