ENTREVISTA

Fátima anuncia as três obras de infraestrutura que encaminhará ao Governo Federal caso Lula vença eleições

A governadora reeleita do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou as áreas e obras que pretende dar seguimento a partir do ano que vem com o apoio do Governo Federal. Os destaques serão para a construção de um novo hospital de Traumas para a capital e região metropolitana, a duplicação da BR-304 e a construção de novos canais de água no interior. As informações foram dadas em entrevista ao programa Balbúrdia desta segunda-feira (10).

O projeto ainda contempla uma promessa de Lula (PT) a ser realizada já em janeiro, caso seja eleito: uma reunião com todos os governadores para definir as três principais obras que cada Estado pretende adotar com o financiamento do Governo Federal, para concretizar o que ele chamou de “pacote de infraestrutura” para “gerar empregos”.

“No campo da saúde, vamos pautar o novo hospital para Natal e Região Metropolitana. Nós precisamos e vamos fortalecer o SUS cada vez mais, e esse é um compromisso do presidente Lula. Dentro desse contexto, esperamos que haja uma revisão da tabela de financiamento do SUS. Isso é imprescindível para que Estados e municípios possam avançar no atendimento à saúde da população”, apontou a governadora.

Reivindicação antiga, a duplicação da BR-304 deve ser outra prioridade. Em agosto, o presidente Jair Bolsonaro (PL) vetou a inclusão da duplicação da BR-304 na Lei de Diretrizes Orçamentárias da União (LDO) para 2023, mas Fátima destacou que a obra seria “essencial” e se comprometeu a fazê-la. 

“A duplicação da BR-304 vai ser uma revolução. Ela liga Natal à segunda maior cidade do Estado, muito importante, que é Mossoró e, consequentemente, a uma outra região muito importante que é o Ceará”.

Segundo a governadora, a duplicação da BR-304 deve “trazer segurança e qualidade de vida para as pessoas que transitam nessa importante rodovia”. Para a petista, a obra seria “uma injeção na veia, forte, para promover o desenvolvimento”.

Ela ainda lembrou outra obra passada nas estradas. “Lula duplicou a BR-101, e todo mundo sabe da importância da duplicação da BR-101 para fomentar o desenvolvimento entre a região Nordeste e as demais regiões do país”. Já na segurança hídrica, a governadora destacou serviços para levar água ao interior do Estado.

“Nós temos que avançar na questão do canal do Apodi, para que as águas do Rio Grande do Norte não beneficiem apenas a metade da população. As águas do São Francisco têm que beneficiar todo o conjunto da população do Alto Oeste, do Médio Oeste e da região Oeste, inclusive Mossoró”, citou.

Segundo Bezerra, outros canais serão atendidos, como o do Seridó e do Mato Grande. Sobre o ramal do Seridó, a governadora criticou o atraso causado por Rogério Marinho (PL) enquanto era ministro do Desenvolvimento Regional do governo Bolsonaro.

De acordo com ela, Marinho “atrasou o projeto por dois anos porque não quis repassar os recursos para o Governo do Estado executar, mesmo o Governo tendo elaborado o projeto executivo”, disse.

Além disso, a recuperação de estradas deve entrar na lista de futuras obras da gestão. “A gente já tem os projetos executivos, vamos poder fazer um investimento com recursos próprios, porque R$ 1 bilhão [na atual gestão] foi para pagar dívidas. Agora, vamos juntar R$ 1 bilhão para jogar investimento”, apontou, afirmando que irá buscar financiamento. 

Confira a entrevista completa:

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo