Tributos a Clube da Esquina e Elza Soares marcam retorno do Fest Bossa & Jazz a São Miguel do Gostoso
Natal, RN 18 de jun 2024

Tributos a Clube da Esquina e Elza Soares marcam retorno do Fest Bossa & Jazz a São Miguel do Gostoso

13 de outubro de 2022
9min
Tributos a Clube da Esquina e Elza Soares marcam retorno do Fest Bossa & Jazz a São Miguel do Gostoso

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

No litoral potiguar, o município de São Miguel do Gostoso/RN, recebe o Fest Bossa & Jazz, desta quinta-feira (13) ao domingo (16). Após uma pausa de dois anos por causa da pandemia, o evento volta a ser realizado, com formação, trocas musicais e 12 shows, gratuitos.

A edição será realizada com formato híbrido composto por palco montado nas areias da Praia da Xêpa, três polos espalhados pelo vilarejo e as já tradicionais Jam Sessions no final das noites. A produção é da idealizadora Juçara Figueiredo e tem curadoria artística de Luciano Prates.

Na noite da quinta-feira (13), no Polo Quintal Pizzaria, às 19h, quem abre a programação é a Bossa & Jazz Street Band. Inspirada nas brass bands, de New Orleans e criada especialmente para o festival em 2012, se tornou um símbolo do Fest e presença garantida nas edições realizadas em todos os lugares. Atualmente a “street band” é coordenada pelo maestro e trombonista Damião Senna e conta com a participação dos músicos Wanderley Amaro (trompete), Alan Silveira (sax tenor), Rafael Santos (sax soprano), Luiz Carlos (sousafone) e Lucas Paiva (washboard).

Em seguida, às 20h, o mesmo polo recebe a cantora potiguar Simona Talma, com o trabalho “Divas da MPB”. O projeto nasceu durante o isolamento social com canções de grandes cantoras como Gal Costa, Maria Bethânia, Rita Lee e, especialmente para o Festival, Angela Ro Ro. O show é feito de versões intensas que caminham pelo rock, jazz, blues, soul, de um jeito único.

Na sexta-feira (14), todos os shows serão realizados no Palco Praia da Xêpa. A partir das 19h, tem cortejo com a Bossa & Jazz Street Band, encaminhando o público até o palco para apresentação, às 20h, de “Dudu Lima Trio convida Wagner Tiso”, que compõem o emocionante encontro de duas gerações da música instrumental brasileira. De um lado, Dudu Lima Trio, formado pelo instrumentista, compositor e arranjador Dudu Lima (contrabaixos), Caetano Brasil (sax, clarinete) e Leandro Scio (bateria). Do outro, Wagner Tiso. Pianista e compositor de formação erudita, regente e arranjador, autor de inúmeras obras-primas, entre elas “Coração de Estudante", composta em parceria com Milton Nascimento. O momento renderá um grande tributo pela passagem dos 50 anos do Clube da Esquina – movimento da música brasileira criado por um grupo de artistas e amigos que se reuniam para cantar e dividir composições.

Às 21h30, quem assume a musicalidade é Valéria Oliveira. Cantora, compositora e instrumentista nascida no bairro das Rocas, considerado o berço do samba potiguar, é uma das principais representantes do gênero no estado. Pela primeira vez no Festival, Valéria sobe ao palco ao lado do produtor e multi-instrumentista Jubileu Filho e do percussionista Kalliney Silva. Juntos, vão apresentar ao público um repertório de clássicos do samba. Voz, violão, cavaquinho com um toque percussivo darão o tom da apresentação.

E, para fechar a noite da sexta-feira, às 23h, no Palco Praia da Xêpa, Emily Braden & Misha Piatigorsky. O som é uma mistura do tradicional straight ahead jazz e do soul. Misha Piatigorsky é compositor e arranjador, sobrinho-neto do lendário violoncelista Gregor Piatigorsky, ele é referência na cena do Jazz em Nova York. Para o festival, Emily & Misha e seu trio prometem uma apresentação inesquecível para os mais exigentes apreciadores do jazz. A Jam Session da noite será realizada no Oré Robata Nordestina.

O sábado (15), terceiro dia de Fest Bossa & Jazz, conta com opções para o público curtir o dia inteiro. Às 10h, tem cortejo Good Morning Jazz e, a partir das 15h, no Polo Sunset Idílico tem Glay Anderson & The Black Stars. Novo projeto de Glay junto a “The Black Stars” formada por Júlio Freitas (cello), Priscila Matos (piano) e Versinho Marques (percussão).

Às 16h, no mesmo lugar, chega a mossoroense Dayanne Nunes com o Tributo a Elza Soares, que, com toques elegantes de jazz, sambalanço, bossa, samba e, com direção musical de Jhonny Casanova. Às 19h, o cortejo da Bossa & Jazz Street Band arrasta o público para o Palco Praia da Xêpa que aguarda a todos com show, às 20h, da Femme Jazz um combo de música instrumental 100% feminino, com um repertório diversificado que vai da Bossa Nova ao Jazz.

Ainda no sábado, no palco, às 21h30, outro encontro que promete. A cantora potiguar radicada na cidade de Nova Iorque Liz Rosa convida Benny Benack III. Liz apresenta em primeira mão as canções do seu novo disco Jazz Brasil. O repertório combina novos arranjos, escritos pelo pianista norte-americano Misha Piatigorsky, para clássicos da MPB e do Jazz como “Samba de uma nota só” e “The shadow of your smile” com inéditas escritas especialmente para ela. Acompanhada por Misha, pelo baixista Gili Lopes e pelo baterista Bruno Lucas, Liz divide o palco com Benny Benack III, trompetista e cantor norte-americano, eleito em 2022 pelos críticos da renomada revista Downbeat, número 2 na categoria “Rising Star Male Jazz Vocalist”.

Quem fecha o line-up de apresentações do sábado, às 23h, é o cantor, compositor e guitarrista, Wilson Sideral que traz, pela primeira vez ao RN, o show “Tropical Blues”, mesmo trabalho apresentado no Rock in Rio deste ano. Com clássicos da música brasileira em versões blues, o show faz reverência e inspira-se na língua universal, música mãe do jazz, do soul, rock'n'roll, entre outras maravilhas modernas. E, encerrando, a Jam Session da noite será no Spaço Mix.

O domingo (16), em clima de despedida, tem cortejo Good Morning Jazz, às 10h. No Polo Sunset Jack Sparrows tem Tributo a Elza Soares com Dayanne Nunes e encerramento com a banda Parahyba Ska Jazz Foundation. Da Paraíba, a banda bebe da fonte jamaicana do SKA e da essência do Jazz, através de um naipe de metais cheio de frases fortes, consistentes e marcantes. O grupo se destaca também pelos improvisos.

Programação das oficinas e ‘Workshow’

O Fest Bossa & Jazz atua no incentivo, aprimoramento e formação de músicos do Rio Grande do Norte, com oficinas socioculturais e socioambientais gratuitas para os jovens da rede pública de ensino, professores, produtores culturais, cantores, alunos de canto e amantes da música em geral.

Na quinta (13) e na sexta-feira (14), das 8h às 11h e das 13h30 às 16h30, o Mestre Alexandre Ferro, músico e artesão, vai ministrar a Oficina de Criação de Instrumentos Musicais com Recicláveis para alunos da rede pública com idades entre 8 e 16 anos.

Em Gostoso, o Fest também conta com a parceria da OSC Ilha de Música, instituição desenvolvida na comunidade da África, situada na Redinha em Natal/RN, desde 2006, coordenada pelo professor Gilberto Cabral. Na quinta-feira (13) e na sexta-feira (14), tem Oficinas Itinerantes da Ilha de Música, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

No sábado (15), às 14h, o público vai poder participar do ‘WorkShow’, Improvisação no Jazz, ministrado pelo pianista e arranjador Misha Piatigorsky com participação da cantora Emily Braden e do cantor e trompetista Benny Benack. As inscrições já estão abertas e as vagas são limitadas. Portanto, músicos e estudantes que desejam participar desse importante momento, podem realizar a inscrição no WebApp oficial do Festival.

Tanto as oficinas quanto o workshow são atividades formativas e serão realizadas no Centro de Cultura de São Miguel do Gostoso, localizado na Avenida principal da cidade. Programação e mais informações do Fest, hospedagens e onde comer, acesse https://www.festbossajazz.com.br/webapp/ ou siga @festbossajazz no Instagram.

O Fest Bossa & Jazz – São Miguel do Gostoso 2022 tem a participação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Governo Cidadão, com recursos oriundos do Banco Mundial, patrocínio da Ster Bom, através da lei Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura e da Prefeitura de São Miguel do Gostoso com apoios da Secretaria de Turismo RN, Secretaria de Turismo de São Miguel do Gostoso, FIERN, SESI RN, AD Telecom, Multimedia Design Studio, Potiporã, Luck Receptivo, Michelle Tour e G7 Comunicação, tendo a Petra como cerveja oficial, promoção da Band RN e realização da Juçara Figueiredo Produções.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.