Lula venceu em 29 bairros de Natal e é o preferido entre mais excluídos; Bolsonaro levou vantagem em apenas cinco
Natal, RN 17 de jul 2024

Lula venceu em 29 bairros de Natal e é o preferido entre mais excluídos; Bolsonaro levou vantagem em apenas cinco

13 de outubro de 2022
4min
Lula venceu em 29 bairros de Natal e é o preferido entre mais excluídos; Bolsonaro levou vantagem em apenas cinco

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Apesar das inúmeras viagens do atual presidente Jair Bolsonaro (PL) ao Rio Grande do Norte acompanhado por seus cabos eleitorais potiguares, o ex-ministro e agora senador eleito Rogério Marinho (PL) e o ministro das Comunicações Fábio Faria, Lula (PT) venceu a votação em 29 bairros de Natal no 1º turno, enquanto Bolsonaro alcançou maioria em apenas cinco. Os dados foram retirados do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e tabulados pelo professor aposentado do departamento de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Mario Takeya.

A dinâmica observada em todo o Brasil no primeiro turno das eleições de 2022, com Lula à frente nos estados que apresentam os piores índices sociais e, portanto, mais sofrem com a péssima distribuição de renda e desigualdade no país, também pode ser observada em Natal (RN). Por aqui, Lula venceu em todos os bairros da Zona Norte de Natal, por exemplo, região discriminada pela classe média que mora em áreas consideradas mais nobres, como Tirol e Petrópolis.

As votações mais expressivas de Lula foram registradas no Guarapes (65,7%), na Zona norte, em Mãe Luíza (62,9%) e no bairro vizinho de Santos Reis (58,7%), ambos na Zona Leste da cidade. Já Bolsonaro se saiu melhor nos bairros considerados de classe média e encarados como “redutos bolsonaristas”, como o Tirol (53,9%), Barro Vermelho (52,8%), Petrópolis (47,1%), Candelária (46,3%) e Lagoa Nova (46,3%).

Na Zona Norte Lula venceu em TODOS os bairros e em NENHUM teve menos de 50% dos votos. Na Zona Leste Lula perdeu por uma pequena diferença em Petrópolis (207 votos). Ficou bem claro que o gueto bolsonarista é no Tirol, onde o atual presidente teve 53,9% dos votos e no Barro Vermelho, onde teve 52,8% da votação. Esses dois bairros representam 23,9% dos votantes dessa região e foram eles que deram uma vitória esquálida sobre Lula. A diferença foi de pífios 1.329 votos”, avalia o professor da UFRN e cientista social, Wellington Duarte.

Antes mesmo do início oficial da campanha, Bolsonaro fez uma série de viagens ao interior do Rio Grande do Norte com a justificação da inauguração da transposição do São Francisco e na tentativa de criar uma identificação entre o eleitor nordestino, contra quem já proferiu inúmeras falas de cunho preconceituoso.

Na capital, Bolsonaro realizou alguns comícios e "motociatas". Porém, apesar de toda a máquina pública e apoio incondicional do prefeito da capital, Álvaro Dias (PSDB), Lula obteve 225.529 votos (50,1%) em Natal contra 188.942 (42%) do atual presidente.

“Na Zona Oeste Lula ganhou em TODOS os bairros e obteve a maior votação (59,1%). Apenas no [bairro] Nordeste (49,6%) e em Nazaré (49,0%) ele teve menos de 50%. Já na Zona Sul, Lula perdeu em Candelária (44,8% x 46,3%) e Lagoa Nova (44,4% x 46,3%), mas teve mais de 50% dos votos em Ponta Negra (53,8%) e Nova Descoberta (51,9%)”, acrescenta Duarte.

Como nem a distribuição de dinheiro público através do orçamento secreto entre suas lideranças parece ter surtido o efeito esperado , Bolsonaro tenta agora sensibilizar o eleitor e conquistar o público feminino com a entrada da ex-ministra Damares Alves e da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, em sua campanha. Mulheres que, apesar do gênero, repetem o mesmo discurso machista e opressor do presidente.

Confira os votos para presidente por bairro em Natal: 

votos por bairro em Natal I Gráfico: Mario Takeya
Votos por bairro em Natal I Gráfico: Mario Takeya

Saiba +

Natal: um resultado para reflexão

Jardim de Piranhas-RN dá votação pífia a Bolsonaro após mega evento da transposição do Rio São Francisco

Cerimônia de inauguração de obras do São Francisco no RN é encerrada sem nenhuma gota d’água

Bolsonaro chega a Natal depois de anúncio de aumento no preço dos combustíveis e faz motociata 

Bolsonaro vem a Natal, pilota sem capacete, faz comício ao lado de UPA e ataca PT

Águas do São Francisco não chegam a tempo ao RN e Bolsonaro fará foto com águas da chuva

Bolsonaro e ministro Rogério Marinho mentem sobre conclusão da Barragem Oiticica, no RN

Prefeito de Natal, médico e defensor da Ivermectina, se encontra com Bolsonaro em Caicó

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.