Secretário municipal de Natal que recebe jetons acumula funções ao assumir direção da Tribuna do Norte
Natal, RN 20 de jun 2024

Secretário municipal de Natal que recebe jetons acumula funções ao assumir direção da Tribuna do Norte

28 de outubro de 2022
4min
Secretário municipal de Natal que recebe jetons acumula funções ao assumir direção da Tribuna do Norte

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O secretário municipal de Turismo de Natal, Fernando Fernandes de Oliveira, há pelo menos dois meses acumula funções ao se dividir entre a gestão do prefeito Álvaro Dias (PSDB) e o expediente como diretor do jornal mais tradicional da cidade, a Tribuna do Norte.

O cargo de secretário municipal é comissionado, de natureza política e exige do seu titular dedicação exclusiva, sendo incompatível com o exercício de qualquer outra atividade laborativa. Trata do tema o artigo 37 da Constituição Federal.

Soma-se a isso o fato de Fernando Fernandes ser gratificado com jetons indenizatórios, fato denunciado pela Agência Saiba Mais em série de reportagens exclusivas. Na época, a Prefeitura justificou que a concessão do benefício ocorre para aqueles que extrapolam suas atividades, com participação em reuniões de conselhos. Isso quer dizer que além do salário de R$ 12 mil, Fernandes recebe uma gratificação mensal de R$ 7.200 para assumir compromissos além dos previstos pelo cargo que ocupa.

Em horário de trabalho, no dia 20 de outubro, Fernando participou do encontro marcado por Álvaro Dias com empresários para discutir a campanha para a reeleição de Bolsonaro (PL), incluindo na pauta estratégias para tentar convencer funcionários a votarem no candidato que disputa a Presidência com Lula (PT).

Reunião com empresários em hotel da zona Sul de Natal | Foto: Agência Saiba Mais

Fernandes tomou posse como secretário do município em fevereiro de 2019 e a direção administrativa da Tribuna do Norte foi noticiada em setembro de 2022. O cargo era antes ocupado por Ricardo Alves, primo do ex-ministro Henrique Eduardo Alves, que continua na empresa como diretor-presidente.

Nesta sexta-feira (28), não há no portal de notícias o nome do secretário, mas a Agência Saiba Mais verificou sua presença no Expediente do jornal em 9 de setembro, quando o chargista Rodrigo Brum expôs ter sido demitido por questões políticas. Naquele momento, toda a gestão da empresa havia mudado recentemente, sendo instalado o bolsonarismo nas páginas. A transformação da linha editorial é nítida para os leitores.

Fernando Fernandes, Álvaro Dias, Jair Bolsonaro e Rogério Marinho em maio de 2020

Isso porque o poder econômico do veículo está com o empresário Flávio Azevedo, primeiro suplente do senador eleito Rogério Marinho (PL). Na lista de bens declarados por Flávio à Justiça Eleitoral em 2022, aparece o crédito decorrente de empréstimo concedido à empresa jornalística em 2019 no valor de R$ 2,35 milhões – uma parcela da fortuna que soma R$ 25,5 milhões declarados.

Azevedo já foi candidato a suplente ao Senado de Wilma de Faria em 2014; também investiu no extinto Portal NoAr e foi secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico no governo Robinson Faria (PL).

O suplente de Rogério Marinho não aparece no Expediente disponível no portal de notícias, mas em matéria publicada em 23 de março de 2020 sobre o lançamento da Jovem Pan News, a ele é atribuído o cargo de diretor da Rede Tribuna do Norte.

Expediente da Tribuna do Norte em setembro de 2022:

Expediente em 28 de outubro de 2022:

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.