Novo hospital em Natal e obras em estradas devem ser prioridades, define Governo do RN em reunião com bancada federal
Natal, RN 16 de jun 2024

Novo hospital em Natal e obras em estradas devem ser prioridades, define Governo do RN em reunião com bancada federal

4 de novembro de 2022
4min
Novo hospital em Natal e obras em estradas devem ser prioridades, define Governo do RN em reunião com bancada federal

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A bancada federal do Rio Grande do Norte se reuniu nesta sexta-feira (4) para discutir emendas ao Orçamento Geral da União em 2023. Reeleita ainda no primeiro turno, a governadora Fátima Bezerra (PT) ratificou aquilo que já vem elencando como prioridade para a próxima legislatura: a construção de um novo hospital de traumas para atender a Grande Natal, e a recuperação de estradas do Estado.

A reunião entre deputados federais, senadores e a governadora aconteceu no Centro de Convenções da capital. A bancada federal do Rio Grande do Norte deve ter cerca de R$ 500 milhões no Orçamento de 2023 para indicar, entre emendas coletivas e individuais. Além disso, 50% dos recursos para emendas individuais devem ir para a saúde. A reunião serve para que a Prefeitura de Natal e o Governo do Estado apresentem suas demandas e, posteriormente, os deputados definam para onde destinar seus recursos individuais.

“Já há algum tempo a governadora Fátima vem anunciando que a prioridade para esse próximo governo vai ser a recuperação das estradas e a construção de um novo hospital na região metropolitana. E isso é algo que vai ser articulado inclusive junto ao governo federal, mas que é muito importante que a bancada federal do Rio Grande do Norte dê sua contribuição, que vai ser fundamental para que a gente possa colocar para frente esses projetos”, avaliou a deputada Natália Bonavides (PT).

Segundo a governadora, o plano para a recuperação de estradas inclui investimentos de R$ 1 bilhão, que devem ser aplicados ao longo dos quatro anos de mandato. 

As reivindicações apresentadas por Fátima não são novas, sendo já apresentadas anteriormente como objetivos para os próximos anos. Logo após sua vitória em outubro, ela concedeu entrevista ao Programa Balbúrdia e ressaltou a importância da nova unidade hospitalar. 

“No campo da saúde, vamos pautar o novo hospital para Natal e Região Metropolitana. Nós precisamos e vamos fortalecer o SUS cada vez mais, e esse é um compromisso do presidente Lula. Dentro desse contexto, esperamos que haja uma revisão da tabela de financiamento do SUS. Isso é imprescindível para que Estados e municípios possam avançar no atendimento à saúde da população”, apontou a governadora.

Entre as obras nas estradas, uma delas deve ser a duplicação da BR-304, classificada por ela como uma “revolução”.

“Ela liga Natal à segunda maior cidade do Estado, muito importante, que é Mossoró e, consequentemente, a uma outra região muito importante que é o Ceará”, frisou. Em agosto, o presidente Bolsonaro (PL) vetou a inclusão da duplicação da BR-304 na Lei de Diretrizes Orçamentárias da União (LDO) para 2023, mas Fátima enfatizou que a obra é “essencial” e um dos objetos do seu mandato.

Governo do RN colocou ‘casa em dia’, diz Bonavides

Para Natália Bonavides, a prioridade da gestão nesta legislatura foi “colocar a casa em dia”. Com a tarefa que ela considera bem sucedida, agora virão os novos investimentos.

“A prioridade desse governo Fátima de agora foi colocar a casa em dia, foi pagar as dívidas, pagar os servidores, e a gente sabe a economia que foi feita pelo governo, que possibilitou pagar essas dívidas e essa economia agora vai poder se traduzir em investimento”, afirmou. 

“Mas a gente precisa de um aporte maior de recursos principalmente nessas duas áreas. Então a gente vai ter reunião da bancada na semana que vem para fazer a definição das emendas escolhidas e a gente espera que esses dois pleitos sejam atendidos”, argumentou.

As demandas da bancada federal potiguar devem ser enviadas até 14 de novembro para entrar na LDO que deve ser votada futuramente pela Câmara.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.