DEMOCRACIA

Protesto e tentativa de invasão à casa do prefeito de São Gonçalo por servidores da Educação gera revolta; secretários emitem nota de repúdio

Um grupo de servidores da Educação tentou invadir nesta quinta-feira (24) a casa do prefeito de São Gonçalo do Amarante Eraldo Paiva (PT). Cumprindo paralisação de 48 horas, os manifestantes não conseguiram ser recebidos pelo chefe do executivo municipal na sede da prefeitura e se deslocaram até a residência dele. Na casa, haviam dois idosos – avó e mãe da primeira-dama – e uma criança. O protesto constrangeu familiares do prefeito que estavam no local.

A manifestação foi organizada pelo núcleo de São Gonçalo do Sinte. Pelas redes sociais, a coordenadora-geral do Sinte Jaciguara Rodrigues convocou os servidores para o protesto, mas não explicitou a pauta. Segundo ela, “nossa base tem uma pauta que só cresce e que só pode ser tratada e resolvida pelo atual prefeito”.

Os secretários e secretárias do município divulgaram uma nota de repúdio, lembrando que todos os pontos de pautas reivindicados pela categoria vem sendo implementados desde o início da gestão. O comunicado classifica como “ato violento” a manifestação dos ativistas. Vereadores também emitiram nota em solidariedade ao prefeito e à primeira-dama.

Confira a nota dos secretários de São Gonçalo do Amarante na íntegra :

NOTA DE REPÚDIO

Um grupo de servidores da educação acompanhado do sindicato, em ato violento, nessa manhã, tentou invadir a casa do prefeito Eraldo, na tentativa de serem recebidos pelo prefeito. Na oportunidade, encontravam-se no local dois idosos e uma criança.

Não existe nenhuma explicação para esse ato violento, já que essa categoria teve seus pleitos atendidos como, a título de exemplo, aumento superior a 33% (trinta e três por cento) – retroativo ao mês de janeiro-, terço de férias, um sexto de férias, promoções horizontais e verticais, demais servidores tiveram seus vencimentos reajustado em 11% – depois de vários anos sem aumento- e mantendo em dia os salários de todos no município.

Nossa solidariedade ao prefeito Eraldo e toda a família contra esse ato de violência.

Secretários e Secretárias do Município

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo