DEMOCRACIA

UFRN e UERN realizam eleição de delegações ao 2º Congresso dos Estudantes Universitários do RN

Articular o movimento estudantil universitário em torno das pautas do desprezo com a educação, a ciência e a tecnologia. O papel da União Estadual dos Estudantes (UEE) e o rumos administrativos e políticos da entidade para os próximos dois anos estão em debate no Rio Grande do Norte com a convocação para o II CONUEE RN, a ser realizado entre os dias 2 e 4 de dezembro, na cidade de Mossoró.

O calendário para realização da segunda edição do Congresso, que tem como tema “Estudantes contra o fascismo, pela reconstrução do Brasil e do RN”, segue com as eleições dos delegados e delegadas nas universidades em todo o Estado. A organização do processo eleitoral em cada instituição de ensino superior fica a cargo dos Diretórios Centrais de Estudantes (DCEs).

Na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a eleição das chapas candidatas à delegação acontece nesta terça-feira (22), de forma presencial. Três chapas foram homologadas pelo DCE José Silton Pinheiro e concorrem ao pleito: 01 – A Todo Vapor, 02 – UFRN Antifascista e 03 – Por Todas As Vozes.

Já na Universidade Estadual do RN (UERN), o DCE recebeu 4 inscrições de chapas: Chapa 01 – Gente Que Luta, Chapa 02 – A Todo Vapor, Chapa 03 – Pode Chegar, e Chapa 04 – UERN Antifascista. A campanha começou nesta segunda (21) e segue até dia 23 de novembro. A eleição ocorrerá com urnas físicas localizadas em todos os campi e a/o/e estudante só precisarão levar algum documento oficial com foto para poder votar.

Os DCEs das universidades do Rio Grande do Norte têm até o dia 28 de novembro para encaminharem as eleições de delegados e delegadas ao II CONUEE RN.
UEE/RN

Entidade do movimento estudantil filiada à União Nacional dos Estudantes (UNE) que representa todos os estudantes universitários do estado. Realiza congressos a cada dois anos para eleger a nova diretoria e decidir os rumos da sua atuação.

A UEE/RN foi fundada em 1954 e participou ativamente das principais discussões locais e nacionais dos anos 50 e 60, como as questões relacionadas às reformas de base nos anos 60, articulando entidades do movimento popular para democratização política e social do país. A UEE foi fechada durante o governo militar de 1964.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo