Isolda Dantas é eleita Parlamentar do Ano na Assembleia Legislativa
Natal, RN 24 de mai 2024

Isolda Dantas é eleita Parlamentar do Ano na Assembleia Legislativa

13 de dezembro de 2022
4min
Isolda Dantas é eleita Parlamentar do Ano na Assembleia Legislativa

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Deputada estadual mais votada da história do Partido dos Trabalhadores no RN, Isolda Dantas (PT) foi reeleita para o cargo e chega ao final do seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa acumulando mais um título. A deputada mossoroense foi escolhida Parlamentar do Ano de 2022 pelo Comitê de Imprensa da AL/RN, formado por jornalistas de veículos que cobrem as atividades da Casa Legislativa.

Isolda conquistou 27 dos 39 votos válidos e diz estar honrada em receber a homenagem. Para ela, esse é um importante reconhecimento do seu compromisso com o povo e da dedicação com que sempre conduziu a sua vida pública. Socióloga por formação, é feminista e militante da causa camponesa. Antes de ocupar o cargo de deputada estadual, foi vereadora de Mossoró. 

Ao longo desses quatro anos, trabalhamos incansavelmente na defesa da classe trabalhadora e, receber essa indicação no último ano do nosso primeiro mandato, é mais um registro que aponta para o tamanho da nossa responsabilidade diante dos desafios de luta e trabalho para o próximo mandato”, aponta a deputada.

Em entrevista à SAIBA MAIS, Isolda contou que o ano de 2022 foi marcado não só pelas eleições em si, mas pela disputa acirrada de projeto político de país e de sociedade. Um trabalho que, no caso do seu mandato, é construído nas ruas e nos roçados, onde esteve junto dos movimentos sociais por direitos e democracia, contra os preconceitos e as desigualdades. 

Começamos este ano com a sanção da nossa lei que estimula a pesquisa da cannabis medicinal no RN e com ampliação do Pecafes, com compras governamentais da agricultura familiar pros serviços de saúde no RN. Lutamos e conquistamos o plano de cargos e carreira da UERN, foi sancionada a nossa lei do circo vivo, o programa estadual de assistência estudantil”, pontua Isolda.

A parlamentar destaca ainda a sanção do seu projeto de lei que reserva 20% das vagas nos concursos públicos dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário estadual para a população negra. A Lei nº 11.015/21 já está em vigor e tem objetivo de reduzir a desigualdade histórica no acesso de negros e negras a cargos públicos.

Vítima de ataques constantes, Isolda conta que ser mulher feminista no parlamento estadual é lidar todos os dias com o machismo que quer “invisibilizar, coagir e roubar” suas ideias. Mas não só isso. 

É propor políticas estruturantes para mudar a vida do povo e enfrentar o conservadorismo que nos detesta. É falar alto quando querem nos intimidar ou atacar a classe trabalhadora, LGBTI’s, negros e negras, e contar com o apoio daqueles e daquelas que sonham e lutam com um mundo de igualdade. É ser reeleita com mais de 57 mil votos pra provar que uma mulher feminista sabe, sim, fazer política e deve continuar falando alto no parlamento, nas ruas e roçados”, exalta a Parlamentar do Ano.

Por fim, sobre a perspectiva de compor a próxima gestão ao lado da governadora Fátima Bezerra (PT), Isolda diz que se sente honrada “mas é apenas especulação”. Seu nome vem sendo cotado para fazer parte do primeiro escalão do Governo do RN na próxima legislatura.

O Comitê de Imprensa é formado por jornalistas que cobrem as atividades parlamentares. | Foto: João Gilberto/ALRN

Parlamentar da 62ª Legislatura

Além da eleição de Parlamentar do Ano, o Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa elegeu, também, o Parlamentar da 62ª Legislatura. O escolhido foi o deputado Getúlio Rêgo (PSDB) e o anúncio foi feito durante a sessão ordinária dessa terça-feira. A entrega das respectivas placas, de Parlamentar do Ano e de Parlamentar da Legislatura, acontece na próxima sexta-feira (16).

A eleição é realizada desde 1972 e completa 50 anos em 2022. De acordo com as regras do Comitê, todos os jornalistas que realizam a cobertura jornalística das atividades legislativas têm direito a voto e podem escolher, conforme o que acompanharam, o parlamentar que mais se destacou durante o ano. No final de quatro anos, é escolhido o deputado que mais se destacou na Legislatura.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.