Júlia Arruda é convidada para voltar à secretaria de Mulheres e Direitos Humanos; PCdoB avalia esse e outros espaços
Natal, RN 1 de mar 2024

Júlia Arruda é convidada para voltar à secretaria de Mulheres e Direitos Humanos; PCdoB avalia esse e outros espaços

29 de dezembro de 2022
2min
Júlia Arruda é convidada para voltar à secretaria de Mulheres e Direitos Humanos; PCdoB avalia esse e outros espaços

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A vereadora de Natal Júlia Arruda (PCdoB) foi convidada pela governadora Fátima Bezerra para voltar ao comando da secretaria de Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos (SEMJIDH). Ela ocupou o posto durante nove meses na primeira gestão do PT, entre julho de 2021 e abril de 2022.

A parlamentar deixou o cargo, por exigência da legislação eleitoral, para se candidatar a deputada estadual. Na eleição, Júlia obteve 14.558 votos, mas não conseguiu se eleger.

Procurada pela agência SAIBA MAIS, Júlia Arruda disse, de forma suscinta, que a indicação da pasta caberá ao PCdoB e que o partido avalia internamente a possibilidade:

- Hoje a indicação da SEMJIDH é do PCdoB. O partido tem discutido internamente e também com a gestão a composição para o próximo governo”, disse.

Questionada se teria interesse em voltar, a parlamentar não respondeu. A titular do cargo hoje é Maria Luíza Tonelli.

Caso Júlia Arruda aceite o convite, quem reassume a vaga na Câmara Municipal é o líder estudantil Pedro Gorki, primeiro suplente.

Outros espaços

O PCdoB também aguarda o avanço das negociações com o governo estadual para saber quais outros espaços vai manter ou ocupar na segunda gestão de Fátima Bezerra. Uma das prioridades da legenda é acomodar o atual vice-governador do Estado Antenor Roberto.

Em nome de uma frente mais ampla, o PT preteriu o comunista e convidou o deputado federal Walter Alves para assumir o posto no segundo mandato.

Fátima já disse publicamente que Antenor ocupará uma função de destaque no segundo governo, mas o PCdoB ainda não comunicado sobre o papel do dirigente na próxima gestão que começa em 1º de janeiro.

O Partido já externou a interlocutores do PT o interesse em ocupar espaços, mesmo no segundo escalão, nas áreas da Cultura (FJA), Trabalho (Sethas) e Planejamento (Seplan). Outro órgão que a legenda vê com bons olhos é a Fundação de Amparo e Promoção da Ciência, Tecnologia e Inovação (Fapern).

Semana passada, o presidente Lula confirmou o nome da presidente nacional do PCdoB Luciana Santos no comando da pasta de Ciência e Tecnologia.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.