Potiguares mantêm planos de viagem para posse de Lula em Brasília, apesar de plano de atentado
Natal, RN 3 de mar 2024

Potiguares mantêm planos de viagem para posse de Lula em Brasília, apesar de plano de atentado

26 de dezembro de 2022
6min
Potiguares mantêm planos de viagem para posse de Lula em Brasília, apesar de plano de atentado

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Alguns potiguares já estão na estrada com destino a Brasília, mais precisamente, para a posse do presidente eleito Luís Inácio Lula da Silva (PT), no dia 1º de janeiro de 2023. Muitos outros ainda vão colocar o pé na estrada em caravanas e nem a prisão nesse último sábado (24) de um suspeito de tentar explodir um caminhão de combustíveis na capital do país mudou os planos desse pessoal, apesar de reforçar a necessidade de ampliar o esquema de segurança para o evento. 

Desde que marcamos a viagem essa preocupação existe. É possível que haja bloqueio nas estradas ou que não consigamos entrar em Brasília na hora. Mas, não houve nenhuma desistência desde a descoberta dessa suposta tentativa de atentado lá. Algumas pessoas só comentaram que essas pessoas eram, de fato, perigosas e que precisamos ficar atentos, mas desistência não houve nenhuma. Os planos continuam os mesmos, vamos sair no mesmo horário, estamos confiantes de que vamos entrar em Brasília sem qualquer atraso e ver a posse do presidente Lula”, relata Mozart Albuquerque, advogado que organizou uma das caravanas que tem saída agendada para o dia 29 de dezembro e retorno garantido para o dia dois de janeiro. 

Outra turma de quatro potiguares que deixou Natal neste domingo (25) ao meio dia e já está na estrada, conta que soube dos planos de atentado e confia que as forças de segurança estão atuando para que a posse do novo presidente transcorra de maneira segura.

"Soubemos dessa tentativa e vimos que as forças de segurança estão atuando, tanto que resultou na prisão desse terrorista. Estamos bem tranquilos por saber que teremos esse suporte da segurança pública que está bastante atuante nesses dias. O que temos pensado para reforçar nossa segurança é formar uma rede de apoio entre as pessoas que são do nosso estado, para que fiquemos perto dos nossos pares e possamos nos ajudar", relata Avânia Dias de Almeida, administradora pública, já pertinho da cidade de Petrolina, no interior de Pernambuco.

O grupo do qual Avânia faz parte saiu de Currais Novos e fez a primeira parada para dormir na cidade de Triunfo, em Pernambuco. Nesta segunda (26), os amigos saíram cedo, às 6h, com destino ao município de Jacobina, na Bahia, onde vão dormir hoje. A próxima para será em Lençóis, na Chapada Diamantina, onde permanecem por dois dias, e seguem para Eduardo Magalhães, cidade já bem perto de Brasília.

Avânia (de cabelo vermelho), Clodoaldo, Fernanda e o filho Lorenzo a caminho da posse de Lula, em Brasília I Foto: cedida
Avânia (de cabelo vermelho), Clodoaldo, Fernanda e o filho Lorenzo a caminho da posse de Lula, em Brasília I Foto: cedida

"Esperamos chegar em Brasília no dia 30, à noite. Lá vamos ficar três dias na casa de uma amiga e com pensamento bem positivo sobre a questão da segurança. A gente acredita que haverá um reforço grande de segurança e inteligência também de outros lugares, até porque haverá a presença de líderes mundiais na posse. No mais, é seguir com tranquilidade, sem cair em qualquer eventual provocação e curtir o dia que é histórico para todos os brasileiros e, especialmente, para nós que lutamos tango desde 2016, desde o golpe contra a presidenta Dilma. O Partido dos Trabalhadores retomar a presidência é muito especial e vai ser lindo", conta Avânia, que está acompanha por Clodoaldo, Fernanda e pelo filho Lorenzo, de 12 anos.

A poucos quilômetros do local onde será realizada a posse de Lula, há um acampamento de bolsonaristas no Quartel General (QG) do Exército. O grupo de apoiadores de Bolsonaro (PL) pede intervenção militar e defende que Lula, apesar de eleito pela maioria dos brasileiros, não tome posse. O suspeito preso pela Polícia Civil no último sábado, George Washington de Oliveira Sousa, afirmou fazer parte desse acampamento no QG do Exército. Ele ainda revelou que o atentado foi planejado com os outros membros do acampamento e que a bomba explodiria em um carro estacionado no aeroporto de Brasília. Foi o motorista do caminhão que a ao perceber a presença de artefatos estranhos no veículo, chamou a polícia. 

A menos de uma semana para a posse de Lula, o PT já contabiliza um total de cerca de 750 caravanas que vão partir de todo o país com destino a Brasília. Uma delas foi organizada por Hugo Manso, 20 anos depois da primeira posse de Lula como presidente em 2002, volta a repetir o trajeto num ônibus com 48 passageiros e dois motoristas, numa viagem turística e política.

"Passados 20 anos, nesse clima que se criou com o fascismo, me motivei a organizar novamente a viagem. Alguns ficarão na casa de amigos e outros numa chácara que pertence a uma pessoa do Rio Grande do Norte, nos arredores de Brasília. No trajeto, faremos uma parada em Petrolina (PE), daremos uma volta pela cidade, vamos almoçar por lá, num lugar chamado 'bodródomo', que é onde se vende carne de bode, e tomaremos banho no Rio São Francisco para seguirmos viagem à tarde. No dia seguinte, vamos parar em Lençóis, na Chapada Diamantina, faremos algumas trilhas e vamos conhecer algumas cachoeiras, no final da tarde voltamos para a estrada e chegamos em Brasília dia 31. Eu vou fazer um réveillon leve para guardar energia para o dia 1º. Estamos com um boneco gigante de Lula e vamos participar de um cortejo cultural que será realizado em Brasília a partir das 10h. O Grupo Pau e Lata também irá participar, ainda teremos estandartes, um artista circense e bandeirão", antecipa Hugo Manso, que é professor do IFRN e era vereador pelo PT em Natal na época da primeira viagem.

Durante o trajeto do ônibus, serão organizados temas para debates e cada participante terá direito a falar no micrifine durante simbólicos 13 minutos. Entre os temas já inscritos, estão o SUS, o IFRN e a história de algumas das cidades por onde a caravana irá passar. O ônibus também terá animação garantida com a presença do DJ Russo.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.