Fermurn lança chapa de consenso e Rogério Marinho perde força na entidade
Natal, RN 24 de mai 2024

Fermurn lança chapa de consenso e Rogério Marinho perde força na entidade

8 de janeiro de 2023
3min
Fermurn lança chapa de consenso e Rogério Marinho perde força na entidade

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O prefeito de Lagoa Nova Luciano Santos vai encabeçar a chapa de consenso para a próxima gestão da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte. A nova diretoria terá representantes de todas as regiões do Estado. Em uma carta, Luciano Santos apresentou metas e eixos com o intuito de planejar um trabalho para o biênio 2023/2024 na instituição. A prefeita Mariana Almeida (Pau dos Ferros) será uma das representantes do Alto Oeste Potiguar em uma das vice-presidências. Já a região Metropolitana é representada pelo prefeito Emídio Jr. (Macaíba). A prefeita Marina Marinho (Jandaíra) será a representante do Mato Grande e ficará com outra vice-presidência.

A Chapa “Municipalismo Forte, Municípios Desenvolvidos” é composta por representantes de todas as regiões do Estado. O prefeito Reno Marinho (São Rafael), que hoje preside a Associação dos Municípios da Região Central e do Vale do Açu Potiguar (AMCEVALE) representa as regiões Central e do Vale do Açu como um dos vice-presidentes.

A nova composição enfraquece o poder do senador eleito Rogério Marinho sobre os municípios. É o ex-ministro bolsonarista quem controla a entidade.

Uma assembleia geral para tratar da eleição da diretoria e do próximo conselho fiscal para o biênio 2023/2024 está marcada para 13 de janeiro, na sede da entidade, em Natal.

“Vamos propor uma Femurn itinerante, para atender aos municípios nas suas respectivas regiões, possibilitando, assim, um melhor relacionamento e debate. Por isso vamos criar um Conselho Político Regional com representantes de todas as regiões do Estado”, adiantou Luciano Santos, que vai ouvir os gestores para preencher todo o conselho, que será integrado por 13 prefeitos. "Defendo uma chapa de consenso para não dividir a Femurn. É importante a união a favor do municipalismo", afirmou Babá Pereira, atual presidente da Femurn.

Outra idéia da chapa que vem sendo costurada é efetivar a Escola dos Municípios, cujo objetivo é auxiliar os entes na capacitação e treinamentos dos agentes públicos para uma melhor execução dos seus serviços. Além desses projetos, outra idéia da chapa que vai dirigir a Femurn é desenvolver intercâmbios regionais e defender a reforma tributária pró-municípios. Luciano Santos e sua chapa pretendem ainda buscar parcerias com entidades que possam assessorar futuros planos de desenvolvimento no âmbito dos municípios.

O ato de lançamento da chapa reuniu prefeitos de vários municípios

O prefeito Pedro Henrique (Pedra Grande), que representa o Mato Grande e Litoral Norte, além do prefeito Fernando Teixeira (Espírito Santo), hoje na presidência da Associação dos Municípios do Litoral e Agreste Potiguar (AMLAP) prestigiaram o ato. Do Médio Oeste e entorno de Mossoró, o prefeito Alan Silveira (Apodi) e a prefeita Shirley Targino (Messias Targino), do Alto Oeste Potiguar, foram convidados a compor a chapa. Os Conselhos Fiscais e as suplências também estão com representantes do Seridó, Agreste, Trairi, e Potengi contemplando vários gestores comprometidos com o municipalismo.

Ainda integraram o ato os prefeitos Dr. Judas Tadeu (Caicó), Luciano (Lajes Pintadas), representando a região Trairi, e Pacelli de São Paulo do Potengi. Os gestores Flávio Nogueira (Nova Cruz) e Joãozinho (Brejinho), também representaram o Agreste Potiguar.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.