Governo do RN já enviou 30 policiais do Batalhão de Choque para ajudar União a conter atos terroristas em Brasília
Natal, RN 24 de jul 2024

Governo do RN já enviou 30 policiais do Batalhão de Choque para ajudar União a conter atos terroristas em Brasília

8 de janeiro de 2023
2min
Governo do RN já enviou 30 policiais do Batalhão de Choque para ajudar União a conter atos terroristas em Brasília

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Governo do Rio Grande do Norte enviou no início da noite deste domingo (8) 30 policiais militares do Batalhão de Choque para ajudar a União à conter os atos terroristas que ocorreram em Brasília. Hoje, milhares de criminosos invadiram e depredaram o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e Supremo Tribunal Federal.

O secretário de Comunicação do Estado Daniel Cabral informou que, caso seja necessário, o governo enviará mais profissionais de segurança a Capital Federal.

A exemplo do Rio Grande do Norte, segundo o ministro da Justiça Flávio Dino, outros estados do país também já estão enviando agentes.

Poucas após os atos terroristas começarem na Esplanada dos Ministérios, o Fórum Nacional dos Governadores emitiu uma nota oficial repudiando as invasões e já se colocando à disposição para contribuir. Os chefes dos Executivos também cobraram apuração e punição dos culpados.

Confira a nota, na íntegra:

O Fórum Nacional de Governadores externa sua absoluta repulsa ao testemunhar os gravíssimos e inaceitáveis episódios registrados hoje no Distrito Federal, os quais revelam a invasão da Praça dos Três Poderes, seguida da ilegal vandalização das dependências do Palácio do Planalto, do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal por manifestantes golpistas, irresignados com o resultado das eleições legitimamente encerradas no País, e publica a presente nota de apoio à democracia, condenando quaisquer atitudes violentas e posturas irresponsáveis que ponham em risco a integridade do estado democrático de direito.

As Governadoras e os Governadores brasileiros, colocando-se à disposição para o envio de forças militares estaduais destinadas a apoiar a situação de normalidade nacional, exigem a apuração das origens dessa movimentação absurda e a adoção de medidas enérgicas contra os extremistas e aqueles que permitiram, por negligência ou conveniência, tal situação, bem como a subsequente penalização de seus responsáveis.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.