Aulas da Academia da Saúde, no Parque das Dunas, são suspensas depois de pichações racistas; moradores protestam
Natal, RN 18 de jun 2024

Aulas da Academia da Saúde, no Parque das Dunas, são suspensas depois de pichações racistas; moradores protestam

8 de fevereiro de 2023
5min
Aulas da Academia da Saúde, no Parque das Dunas, são suspensas depois de pichações racistas; moradores protestam

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Moradores do Conjunto Parque das Dunas, no bairro Pajuçara, na Zona Norte de Natal, fizeram um protesto na manhã desta quarta (8), na frente de uma unidade da Academia da Saúde instalada na região, que teve as aulas suspensas há cerca de uma semana por causa de pichações de cunho racista e misógino nas paredes externas da unidade.

Altieres Elias, professor de Educação Física I Foto: cedida
Altieres Elias, professor de Educação Física I Foto: cedida

No mês passado eu retornei das férias. Sentei na mesa pra organizar as coisas para os dias seguintes e notei uma mancha na janela, achei estranho e fui atrás dar uma olhada. Vi as pichações com palavras e expressões racistas, tirei as fotos e enviei para o Distrito, para que tomassem ciência da situação, também mandei para uma coordenadora dos profissionais de Educação Física que está lotada na Secretaria Municipal de Saúde, isso foi no dia 17 de janeiro. Foi recomendado fazer um BO [Boletim de Ocorrência]. Os guardas foram enviados aqui para averiguar e recomendaram fazer um BO presencial também, porque era uma situação muito grave. Estamos aqui hoje para resolver tudo isso que está acontecendo”, relatou Altieres Elias, professor de educação física que estava no local na manhã desta quarta (8).

As pichações trazem termos como “nego imundo”, “preto” e “macaco”, além das genitálias do sexo masculino e feminino.

Flávio Gomes, do Sindsaúde/ RN I Foto: cedida
Flávio Gomes, do Sindsaúde/ RN I Foto: cedida

A população está aqui enfrentando uma situação que foi um ataque direto, racista e homofóbico, contra a unidade e os trabalhadores. Estamos aqui para dizer que nós repudiamos essa prática. A gente vem numa batalha muito grande com a Prefeitura de Natal exigindo segurança para as unidades de saúde, as 24 horas e unidades básicas. Para vocês terem ideia, tivemos nesse último período houve duas situações de violência, uma na UPA [Unidade de Pronto Atendimento] da Cidade da Esperança, que teve a ver com importunação sexual, mas que a gestão minimiza; e tivemos na UPA do Satélite um processo de agressão física, que também foi minimizado. Há alguns meses tivemos, inclusive com ato de desagravo puxado pelo Coren, uma denúncia de racismo cometido dentro da unidade contra uma servidora do município. Esse é um processo de violência que vem de fora para dentro das unidades. Mas, também, muitas vezes, ocorrem dentro das unidades. Nós repudiamos toda e qualquer forma de violência”, criticou , membro da coordenação do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sindsaúde/ RN).

A primeira unidade da Academia da Saúde foi inaugurada pela Prefeitura de Natal em setembro de 2019 no bairro de Felipe Camarão, com equipamentos esportivos. A proposta do programa é incentivar a prática de atividades físicas na área externa e interna da Academia, com foco na prevenção de doenças, como resultado de hábitos mais saudáveis, tudo supervisionado por dois educadores físicos.

Achamos muito importante a pressão que a população está fazendo aqui para exigir punição. As pessoas que cometem racismo, ou qualquer outro tipo de opressão, devem ser punidas, independente de quem sejam. Não podemos aceitar e nos calar, porque senão isso se torna normal, um lugar comum e queremos repudiar essas práticas. Vivemos quatro anos de um verdadeiro genocídio da população, de avanço das práticas racistas e homofóbicas, mas infelizmente ainda não terminou e precisamos continuar alertas”, comentou Flávio Gomes.

A Agência Saiba Mais tentou contato com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde de Natal para saber quando as atividades no local serão retomadas, mas nós não obtivemos resposta.

Foto: Sindsaúde/ RN
Foto: Sindsaúde/ RN
Foto: Sindsaúde/ RN
Foto: Sindsaúde/ RN

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.