Batalhão da Polícia Militar é alvo de atentado terrorista em Natal
Natal, RN 17 de abr 2024

Batalhão da Polícia Militar é alvo de atentado terrorista em Natal

25 de fevereiro de 2023
3min
Batalhão da Polícia Militar é alvo de atentado terrorista em Natal

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O prédio do 1º Batalhão da Polícia Militar (1º BPM), nas Rocas, bairro da Zona Leste de Natal, foi alvo de atentado terrorista  pouco antes das 22h da sexta-feira (24). De acordo com um agente, duas granadas de uso militar foram arremessadas: uma explodiu e a outra caiu intacta. Já a informação oficial da Polícia Militar do Rio Grande do Norte é de que apenas um artefato foi jogado e ficou alojado no teto do imóvel, próximo à caixa d’água, sem explosão.

A PMRN comunicou também que foi acionada pela guarda, enviando ao local viaturas da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTUR), com o subcomandante da unidade e oito PMs.

O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado, identificou o artefato de guerra, fez a remoção e desativou.

“Nenhuma avaria foi constatada na lateral, nem na parte de trás, nem no pátio interno. Na parte superior e caixa d'água, ainda vamos verificar se houve danos, pois não tivemos como subir no telhado, mas uma equipe de manutenção irá checar ainda neste sábado”, informou a corporação.

O Corpo de Bombeiros esteve no Batalhão para vistoria. Equipes realizaram rondas no entorno do 1⁰ BPM e pelo bairro das Rocas, mas até o momento ninguém foi preso.

Mais atentados no bairro

Na Quarta-feira de Cinzas (22), dois ônibus da empresa Santa Maria foram queimados no terminal do bairro das Rocas.

Segundo informações veiculadas pela imprensa com base em relatos de testemunhas, dois homens ameaçaram os motoristas, pedindo para deixarem os veículos. Em seguida, atearam fogo com uso de combustíveis. As chamas foram contidas com o uso de extintores e o Corpo de Bombeiros também foi acionado.

Foto: Geraldo Jerônimo

Naquele mesmo dia, Rian Pimentel de Brito, 21 anos, foi morto em condronto com policiais do 1º Batalhão. Ele era apontado como responsável por homicídios na região e dono de uma “Boca de Fumo”.

De acordo com a equipe da Força Tática, o homem atirou contra a guarnição no momento da abordagem e houve reação. Ainda segundo os policiais, Rian foi socorrido, no Pronto Socorro Clóvis Sarinho, mas não resistiu.

Uma pistola de calibre 9 milímetros e porções de drogas foram encontradas com Rian, além de produtos usados para acondicionas entorpecentes.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.