Blogueiro de São Gonçalo do Amarante expõe ameaças de pastor da Assembleia de Deus
Natal, RN 24 de mai 2024

Blogueiro de São Gonçalo do Amarante expõe ameaças de pastor da Assembleia de Deus

1 de fevereiro de 2023
3min
Blogueiro de São Gonçalo do Amarante expõe ameaças de pastor da Assembleia de Deus

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O jornalista Richardson Barbosa, autor do blog Atento 24h, de São Gonçalo do Amarante, expôs ameaças que recebeu do pastor da Assembleia de Deus e ex-vereador de São Gonçalo do Amarante Edmilson Gomes (PROS) na segunda-feira (30).

Richardson foi assessor do ex-vereador entre 2020 e 2021 e repórter do blog dele, Fato sem Boato, até o início de 2022, quando acabou a parceria por divergências políticas. Nesta semana, o comunicador disse ter sido surpreendido com ligação via Whatsapp do pastor-político em que chegou a ameaçar até a família do blogueiro.

“Ele começou a criar que eu estava inventando agora uma linha de fake news, criando memes, com injúria, com calúnia, para manchar a sua imagem. Ele está dizendo que eu estou atrás de redes sociais criando informações negativas. Ele ligou pra mim furioso, me chamando de bandido, de maconheiro – uma coisa que foge da minha índole”, contou.

Emilson Gomes (PROS), Richardson Barbosa e o prefeito Eraldo Paiva, do PT, em evento de 2019.

De acordo com o comunicador, o pastor teria dito: “Agora você tá andando com esse pessoal do PT [referindo-se principalmente ao prefeito, Eraldo Paiva], você agora é maconheiro, seu bandido, mau caráter. Olhe, avise a sua esposa e avise aos seus pais que você está proibido de publicar qualquer coisa sobre mim. Não se atreva. Está avisado e o recado está dado.”

Richardson relata ter respondido com tranquilidade: “Se eu quiser falar qualquer coisa contra ele, coloco no meu site. Eu não preciso me esconder atrás de fake news. Como eles são bolsonaristas, querem a todo tempo me difamar. Ele me julgou, me ameaçou e disse pra tomar cuidado, disse que queria saber se eu era arrochado”.

Antes de se falarem por ligação, havia se referido ao blogueiro da mesma forma por mensagem.

“Eu me senti humilhado, constrangido. Ficou muito chato alguém que se diz defensor da família, alguém que se diz ser um homem de Deus e pastor de igreja, alguém que se diz guardião dos princípios éticos e morais tratar um ser humano, um cidadão são-gonçalense com tamanha violência. O problema dele já não é político, mas pessoal”.

Procurado pela Agência Saiba Mais, Edmilson Gomes disse que se o opositor repetisse inverdades a seu respeito, tomaria providências por vias judiciais.

“Estou aguardando a conclusão de uma investigação de fake news que ele criou e passou a me difamar nos grupos de zap e fazendo memes. Apenas liguei pra ele e falei que não ia aceitar ele ficar fazendo chacota com meu nome por trás de perfil falso. Se ele repetisse tomaria as providências”, contou, sem revelar o endereço eletrônico do suposto perfil falso.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.