Governo Lula deve recriar Funasa; antes de extinção, dois nomes eram cotados para comandar órgão no RN
Natal, RN 16 de jul 2024

Governo Lula deve recriar Funasa; antes de extinção, dois nomes eram cotados para comandar órgão no RN

7 de fevereiro de 2023
3min
Governo Lula deve recriar Funasa; antes de extinção, dois nomes eram cotados para comandar órgão no RN

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O governo Lula pode voltar atrás e recriar a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), aponta o presidente do PT-RN, Júnior Souto. Ainda que a decisão seja do Planalto, “há de fato várias informações de que essa decisão será revertida”, diz Souto. 

Antes de ser extinta por uma medida provisória em 2 de janeiro, dois nomes do RN eram cotados para comandar a superintendência local: o ex-chefe de gabinete de Fátima e funcionário de carreira do órgão, Adriano Gadelha, e o secretário de Desenvolvimento Econômico (Sedec) Jaime Calado.

Ao baixar a MP em janeiro, as atribuições da Fundação foram para outras pastas. As obras de saneamento básico seriam direcionadas ao Ministério das Cidades, comandado por Jader Filho (MDB). Já o Ministério da Saúde, de Nísia Trindade, continuaria com as atividades de vigilância em saúde e ambiente.

“Tem conversas e reivindicações de quem está ocupando cada ministério em trazer para si essas atribuições. Há um conjunto de informações que indicam que o processo de extinção será contido e vai se decidir em qual dos ministérios a Funasa se abriga de modo definitivo ou se o conjunto das atribuições poderão estar presentes em dois ministérios. Não temos gerência nenhuma sobre essas conversas no plano estadual”, explica o dirigente do PT.

Correios

No fim de 2022, o PT local formou uma comissão para mapear quais órgãos federais com representação no Estado poderiam ocupar. O grupo é composto pelo próprio partido, os mandatos federais e o Governo. À vista, naquele momento, estavam o INCRA, CBTU, Codern e outros. 

De acordo com Júnior Souto, a comissão continua em funcionamento, mas sem maiores definições. Segundo ele, as negociações com os demais partidos avançaram a partir das eleições para as presidências da Câmara e Senado, em que o PT emplacou os parlamentares apoiados pelo governo. Com isso, “agora a gente vai ter um processo mais acelerado de definições”, espera o dirigente.

Uma das exceções nas nomeações está nos Correios. Em janeiro, o presidente nacional dos Correios promoveu mudanças no comando de alguns estados. No Rio Grande do Norte, Jaqueline Costa foi nomeada como superintendente, mas a escolha não passou pela comissão petista.

“A comissão decidiu deixar claro que não foi atribuição dela. Isso se deu por outros canais nesses estados com circuito de conversa que não passou pelas comissões estaduais”, diz Júnior, ressaltando que os indicados são interinos, incluindo Jaqueline Costa.

Saiba mais

PT mapeia cargos federais no RN; INCRA, CBTU, Codern e outros estão no radar

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.