Oficinas promovem construção da cartografia social do mar em comunidades do RN
Natal, RN 24 de mai 2024

Oficinas promovem construção da cartografia social do mar em comunidades do RN

11 de fevereiro de 2023
3min
Oficinas promovem construção da cartografia social do mar em comunidades do RN

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Por Karen Sousa

O projeto Dragão do Mar - Em defesa do território pesqueiro realizou, entre 7 e 10 de fevereiro, oficinas para desenvolver a cartografia social do mar nas comunidades dos municípios de Galinhos, Guamaré, Ponta do Tubarão, Macau e na região de Dunas do Rosado, no Porto do Mangue.

A iniciativa busca contribuir com o mapeamento de territórios pesqueiros ameaçados por instalações, na região, de parques eólicos offshore, equipamentos que obtêm energia a partir do aproveitamento da força do vento no mar. O projeto promove uma cartografia coletiva, com participação de pescadores e membros das comunidades.

Para João Paulo Diogo, coordenador do projeto Dragão do Mar, a construção do mapa tem uma grande contribuição tanto para o meio ambiente quanto para a população. “Isso contribui, por exemplo, para entender onde as tartarugas fazem a desova, onde tem peixe-boi, quais são as horas de pesca que é possível pescar um determinado tipo de peixe, a profundidade das áreas mapeadas e o que elas têm de elementos que precisam de proteção”, cita João Paulo.

Ele explica que vai além disso: a partir da atividade de mapear as áreas, a população das comunidades podem obter materiais e informações mais precisas para levar à discussões com empresas que pretendem investir na tecnologia das torres offshore. “São elementos no qual possibilita discutir com essas empresas o que é a sobreposição dos territórios pesqueiros, na perspectiva de como as empresas vão poder lidar com esse problema ambiental”, ressalta.

Associação de Pescadores Guamoré participa de oficina. Foto: Arquivo do Coletivo de Assessoria Cirandas.

“Um outro ponto importante também é a possibilidade da cartografia social ser um elemento para oportunizar a comunidade de lutar pela implementação de políticas públicas a favor da pesca artesanal”, defende o coordenador.

O Dragão do Mar é uma iniciativa do Coletivo de Assessoria Cirandas e atua juntamente com o Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP) e o LabCard e tem apoio da Fundação CASA. Criado em outubro de 2022, o projeto oferece, entre suas atividades, oficinas sobre consulta livre, prévia e informada, buscando exigir o cumprimento da Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.