Submarino Amarelo: um mergulho na obra dos Beatles durante o Carnaval de Natal
Natal, RN 13 de abr 2024

Submarino Amarelo: um mergulho na obra dos Beatles durante o Carnaval de Natal

18 de fevereiro de 2023
6min
Submarino Amarelo: um mergulho na obra dos Beatles durante o Carnaval de Natal

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Fãs dos Beatles têm programação certa no Carnaval de Natal. Os clássicos dos garotos de Liverpool ganham versões carnavalescas graças à seleta banda do Bloco Submarino Amarelo. Em 2023, o desfile oficial será no sábado (18), no bairro Petrópolis.

A concentração será às 16h em frente à confraria Letra & Música (Avenida Floriano Peixoto, 290). O cortejo, às 18h30, conta com alegoria do famoso submarino amarelo, além de grandes bonecos de Lennon, Paul, Harrison e Ringo seguindo a fanfarra sob o comando do maestro Gilberto Cabral até o Largo do Atheneu, onde haverá show da banda do bloco, às 19h.

A qualidade musical é um dos diferenciais, de acordo com o idealizador, Marcos Sá, que em 2018, junto com o músico e produtor cultural Paulo de Oliveira, reuniu o grupo e colocou pela primeira vez o bloco na rua.

"Tinha que ser aqueeela banda, com os melhores músicos da cidade, pra gente fazer isso transformando as músicas e tudo. Paulo disse que estava conversando com as pessoas, que ficaram animadas. Falou uma lista de músicos, só gente fera, classe A, um time lá em cima mesmo”, classificou Marcos Sá, comemorando o sucesso de cada edição do bloco que sairá pela quarta vez.

Além de Paulo, no contrabaixo, a banda conta com Fernando Suassuna e Darlan Marley (bateria), Eduardo Taufic (teclados), Stallone Terto (guitarra), Ramon Gabriel (percussão), Fábio Isaac (saxofone), Isaque Ferreira (trombone), Wanderley Amaro (trompete) e nos vocais: Paulinho, Claudio Weiss e Bárbara Mattiuci.

All we need is love vira reggae; Yesterday, axé; And I love her, uma marchinha. A batucada acelerada e os metais do frevo dão nova cadência a Help! e à canção que nomeia a agremiação, Yellow Submarine.

De acordo com Paulo Oliveira, foi realizado um trabalho de pesquisa para que as músicas se encaixassem nos ritmos brasileiros:

“Sendo um projeto carnavalesco, a gente procurou trazer muito frevo, axé, reagges, marchinhas. A gente foi fazendo essa adaptação em relação à métrica e fazendo os arranjos nesses ritmos mais alegres”, explicou, ao apontar que algumas versões misturam esses andamentos ao rock.

“A gente fez ainda versões mistas. Here comes the sun começa um rock e depois vira um frevo. Let it be a gente faz isso também. Tem também ritmos nordestinos. Por exemplo, Eleanor Rigby é um frevo e entra um galope. A ideia é mesclar versões”, detalhou o músico.

O vocalista Paulinho destaca que a maioria das canções dos Beatles já são muito animadas e as adaptações aumentam ainda mais a energia entre os fãs.

“Assim como toda música que é popular, que faz muito sucesso, Beatles adaptado aos ritmos de Carnaval é muito bom pra quem é fã e gosta também da folia, porque junta as duas coisas. Fica bem legal. Muita gente canta junto”, conta, ao confessar que mesmo se não fosse da banda, estaria lá, acompanhando o bloco.

A tripulação do Submarino Amarelo potiguar é outro atrativo da brincadeira, na opinião de Marcos Sá: “O público é muito legal. Você vê desde crianças a gente mais idosa, como eu”, ri. “Todas as gerações gostam de Beatles. É difícil dizer uma faixa etária que Beatles não tenha influência”.

Mossoroense, Marcos conta que cresceu ouvindo o rock britânico, acompanhando ansioso cada novo lançamento. Comandou um programa de rádio só sobre a banda: Beatlemania Tropical, na Rádio Tropical. Tendo morado no Rio de Janeiro, se apaixonou pelo Carnaval e chegou a organizar outros grupos até que resolveu unir as duas paixões.

“Eu sou produtor cultural, sempre fui metido a fazer essas coisas, blocos, nas épocas de blocos de elite de Natal. Morei um tempo no Rio, no começo da banda de Ipanema, depois morei nos Estados Unidos, Espanha e voltei pra cá”, conta, ao lembrar que após retornar a Natal viu na TV o Bloco do Sargento Pimenta, que tem a mesma inspiração.

Tais elementos e a universalidade da obra de Beatles motivaram os produtores culturais. “Os maiores cantores do mundo cantaram Beatles. Ella Fitzgerald, Frank Sinatra, Johnny Hallyday, na França”, comenta Sá, ao destacar ainda Cássia Eller, Elis Regina e Caetano Veloso, lembrando o seu programa de rádio. “Há versões de todos os cantos. Yesterday é a música mais gravada no mundo”.

Serviço | Submarino Amarelo
Saída oficial: sábado de Carnaval, 18 de fevereiro
Concentração: Confraria Letra & Música (Av. Floriano Peixoto, 290 – Petrópolis)
Horário: às 16h com saída do cortejo às 18h30h em direção ao Palco do Atheneu
Acesso gratuito.

SAIBA MAIS Guia para passar o Carnaval em Natal; veja programações

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.