Com crédito para agricultura familiar, jovens e mulheres ganham incentivos para continuidade no campo
Natal, RN 24 de jun 2024

Com crédito para agricultura familiar, jovens e mulheres ganham incentivos para continuidade no campo

7 de março de 2023
4min
Com crédito para agricultura familiar, jovens e mulheres ganham incentivos para continuidade no campo

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA), Paulo Teixeira, desembarcou no Rio Grande do Norte nesta segunda (6) para entrega e anúncio de ações do MDA e do Governo do RN. Em Bom Jesus, na região metropolitana de Natal, foram distribuídos mais créditos para permanência e desenvolvimento da população do campo.

Os créditos foram divididos em dois grupos: quatro para jovens e três para mulheres, cada um de R$ 10 mil. O recurso veio por meio da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN). Raiane dos Santos, de 21 anos, já havia sido beneficiada e participava do evento vendendo alimentos orgânicos em uma feirinha da agroecologia.

Quilombola, Santos mora no Sítio Grossos, zona rural de Bom Jesus, com a família. Seu quilombo é certificado pela Fundação Cultural Palmares e considerado patrimônio cultural brasileiro.

A quilombola Raiane dos Santos, do Sítio Grossos, em Bom Jesus-RN | Foto: José Aldenir

“Está com mais ou menos dois anos que eu e minha mãe acessamos o crédito da AGN e beneficiou bastante. A gente não tinha muita estrutura pra trabalhar e foi através do crédito que a gente reformou a casa e compramos equipamentos”, explica a jovem.

Na banca de Raiane, havia venda de tapioca, bolos, grude de goma e café. A procura era alta.

“Sempre vivi na agricultura, sempre plantamos pra trabalhar com comida orgânica. A gente planta macaxeira pra colher e fazer bolo preto, fazer tapioca, fazer bolo de batata e macaxeira, tudo pra colher e produzir. Toda renda da gente é isso, não tem outra renda. A família toda é do campo”, resume.

Josana Lima, coordenadora da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Contraf), afirma que o Ministério vive um “renascimento”. 

“Nós só conseguiremos tirar a fome do nosso povo e colocar alimento na mesa do povo se a gente tiver as políticas, governos comprometidos, e poder garantir o acesso ao crédito pra gente poder produzir e comercializar”, defende.

Entregas

Na agenda do ministro Paulo Teixeira, além da entrega de cheques de microcrédito na modalidade CredMais para mulheres e jovens da comunidade, estava o anúncio de duas assinaturas de contratos que somam R$ 51,5 milhões em assistência técnica para as famílias rurais; um poço com energia solar fotovoltaica; o lançamento da licitação para a construção de uma unidade de beneficiamento de ovos caipira e a entrega de quatro ensiladeiras adquiridas pelo Governo por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (SAPE). 

Os equipamentos agrícolas servirão para apoiar ações do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). Três serão encaminhadas às regionais da EMATER-RN nos municípios de São Paulo do Potengi, Riachuelo e São Tomé. A quarta unidade será utilizada por membros da CoopPotengi.

A iniciativa integra as ações voltadas à Agroecologia e Convivência com o Semiárido, que se referem ao incentivo e fortalecimento da pecuária sustentável. As máquinas estão sendo utilizadas em modo compartilhado por agricultores e agricultoras familiares que estão tendo seus trabalhos otimizados.

Fátima visitou feirinha da agroecologia | Foto: José Aldenir

Reforma agrária

Principal nome das atividades, Paulo Teixeira prometeu retomar a reforma agrária no país. No evento, estavam presentes sindicatos rurais e movimentos de luta por terra.

“Nós vamos retomar a desapropriação de terras para a reforma agrária. Queremos olhar aqueles devedores da União para que a gente possa arrecadar essa terra para fins de reforma agrária. Vamos retomar todas as apropriações que estavam avançando e que eles [governo Bolsonaro] paralisaram”, assegurou.

Na visita, a governadora Fátima Bezerra circulou pelo sítio, visitou a plantação de hortaliças e experimentou os produtos da agroecologia. Na semana em que marca o Dia Internacional da Mulher, ela ainda exaltou o protagonismo feminino.

"Isso aqui tudo, inclusive, liderado por mulheres", elogiou, ao ver os resultados da agricultura familiar.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.