Erro de digitação da Justiça do RN gera bloqueio de R$ 107 milhões das contas do Estado
Natal, RN 24 de mai 2024

Erro de digitação da Justiça do RN gera bloqueio de R$ 107 milhões das contas do Estado

15 de março de 2023
2min
Erro de digitação da Justiça do RN gera bloqueio de R$ 107 milhões das contas do Estado

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Cento e sete milhões de reais foram bloqueados das contas do Estado do Rio Grande do Norte por causa de um erro de digitação de um servidor da Justiça. O fato atrasou por algumas horas os salários de algumas categorias de funcionários públicos nesta quarta-feira (15).

A informação é do secretário de Planejamento e Finanças do governo do Rio Grande do Norte, Aldemir Freire. Nas redes sociais, ele explicou a trapalhada:

"Das coisas mais bizarras que vi no governo nos últimos 4 anos: hoje um servidor da justiça digitou errado o valor de um RPV (Requisição de Pequeno Valor) e o juiz mandou bloquear R$ 1 BILHÃO das contas do Estado. Pior, conseguiu bloquear efetivamente R$ 107 milhões.”

Na terça-feira (14), Aldemir explicou que o débito em questão é de R$ 75 mil e que o transtorno gerado foi de R$ 107 milhões – um bloqueio que causa prejuízo de quase R$ 50 mil de rendimentos, “quase o valor da dívida real”.

Por causa do “mal entendido” judicial, os salários das seguintes categorias não amanheceram na conta, estão sendo liberados ao longo do dia:
- Ativos Polícia Civil;
- Ativos da Sead, SET e FJA;
- Ativos da Seplan e Fundase;
- Inativos e pensionistas da Polícia Militar.

Questionado pela Agência Saiba Mais, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) se limitou a informar que "a situação do bloqueio indevido de valores foi resolvida pela instituição".

Veja explicação do secretário:

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.