RN recebe mais reforços da Força Nacional e de policiais militares de outros Estados
Natal, RN 20 de mai 2024

RN recebe mais reforços da Força Nacional e de policiais militares de outros Estados

19 de março de 2023
5min
RN recebe mais reforços da Força Nacional e de policiais militares de outros Estados

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A governadora Fátima Bezerra anunciou, neste sábado (18), que as forças de segurança do Rio Grande do Norte terão o reforço de 875 homens da Força Nacional e de policiais militares de outros estados. Além da Paraíba e do Ceará, o Estado do Pará também irá auxiliar no trabalho de enfrentamento à série de atos violentos a municípios potiguares que chega neste domingo (19) ao sexto dia consecutivo.

Nós vamos continuar com os policiais nas ruas não só com as chamadas barreiras itinerantes, mas com as barreiras permanentes, ao mesmo tempo que iremos aprofundar os processos de apuração e de investigação em curso”, disse a governadora Fátima Bezerra após comandar reunião do Gabinete de Gestão Integrada (CGI), realizada na Secretaria Estadual da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed).

O encontro aconteceu com a presença do secretário nacional de Segurança, Tadeu Alencar, que está em Natal acompanhando o trabalho das forças de segurança locais. O secretário refirmou a disposição do Ministério da Justiça na ajuda necessária ao aparelho de segurança do RN para o combate aos ataques de criminosos, inclusive com a disponibilização de mais agentes da Força Nacional e liberação de recursos financeiros e materiais, como viaturas e armamentos, para melhorar a infraestrutura de combate ao crime organizado.

Logo após a reunião do Gabinete de Gestão Integrada, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, anunciou o envio de mais cem agentes da Força Nacional ao Rio Grande do Norte.

Estamos com mais de 500 integrantes da Força Nacional e de forças federais atuando no Rio Grande do Norte, em auxílio ao governo do Estado. Determinei agora a destinação de mais 100 policiais”, afirmou publicação do ministro em redes sociais.

Prisões

Decorrente das investigações, a governadora Fátima Bezerra informou que 111 suspeitos de atos criminosos foram presos desde o início dos ataques criminosos até às 16h30 deste sábado (18). Das prisões, 18 pessoas são de uma organização criminosa que atuava no litoral sul, suspeita de tráfico de drogas, assaltos e morte de policiais, durante a Operação Normandia.

Também foram apreendidas 34 armas de fogo, 98 artefatos explosivos, 23 galões de gasolina, 12 motos e 2 carros, além de dinheiro, drogas e munições.

Redução do número de ataques

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), desde a terça-feira (14), data do registro da primeira ocorrência, a diminuição de atos criminosos chegou a 75% até o final da tarde deste sábado (18).

Com base em dados do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública Regional - Nordeste e da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE), da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), no primeiro dia foram registrados 103 atos criminosos em todo o Rio Grande do Norte. Para a quarta-feira (15), este número caiu para 67 ocorrências, redução em 35%. No dia seguinte, quinta-feira (16), foram 56 ataques, queda de 16% em relação ao dia anterior. A diminuição seguiu na sexta-feira (17), o quarto dia de ocorrências, quando a COINE aponta 26 atos criminosos. Quando comparado o primeiro dia de ocorrências, aquele que houve maior volume de registros, e o último dia completo analisado, a estatística aponta redução em 74,5%.

Dados do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública Regional - Nordeste e da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE)

Está havendo uma diminuição das ocorrências, portanto, é o momento para a gente intensificar essas medidas”, afirmou a chefe do poder executivo estadual.

O secretário nacional de Segurança, Tadeu Alencar, disse que o aparelho de segurança do país ao longo do anos passa por problemas estruturais – “não é típico do Rio Grande do Norte e nem por isso tem de ser deixado de lado”.

Com as medidas adotadas até agora para combater os ataques, Alencar avalia que já há uma tendência de volta de um ambiente de normalidade em Natal e no interior do Estado. “Nós temos visto um progresso como resultante das atuações dos governos estadual e federal, com o apoio de outros estados também, estamos conseguindo também, progressivamente, basta olhar os gráficos, que as ocorrências têm diminuído consideravelmente, de ontem para hoje foram contabilizadas três ocorrências”.

Alencar disse ainda que “não vamos relaxar e tenho a impressão que, no aprofundamento da presença da Polícia em todas as áreas da Região Metropolitana de Natal e do Estado, em breve tempo teremos essa situação inteiramente restaurando a tranquilidade e o bem-estar da população do Rio Grande do Norte”.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.