Três suspeitos de ordenar ataques no RN são identificados em prisões da Paraíba e Bahia
Natal, RN 22 de abr 2024

Três suspeitos de ordenar ataques no RN são identificados em prisões da Paraíba e Bahia

17 de março de 2023
3min
Três suspeitos de ordenar ataques no RN são identificados em prisões da Paraíba e Bahia

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Judson Bezerra Araújo Batista, conhecido como “Bebezão”, que atualmente cumpre pena no estado da Bahia (BA), foi o primeiro a ser identificado como um dos suspeitos de ordenar a série de ataques que vêm ocorrendo no Rio Grande do Norte desde o início da semana.

Nesta quinta (16), ele foi transferido para uma unidade de segurança máxima. Durante uma busca, realizada em sua cela pela Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização da BA, foram encontrados e apreendidos dois aparelhos celulares utilizados por ele para ordenar ataques.

O segundo suspeito identificado foi Igor Rodrigo de Oliveira Cavalcanti Coelho, também conhecido como “Igor Latrô”. Ele cumpre pena no município paraibano de Campina Grande e também ordenou ataques praticados no RN.

Erick Silva de Santana, o terceiro suspeito, conhecido como “Neymar do Morro”, também cumpre pena na Paraíba (PB) e utilizava um aparelho celular para contatar, diretamente, integrantes da organização criminosa que atuam no bairro Mãe Luiza, na Zona Leste de Natal.

De acordo com a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária da PB, tanto Igor Rodrigo como Erick Silva foram colocados em isolamento.

Os suspeitos foram identificados ontem por policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR). As investigações fazem parte da Operação Albatroz do programa Guardiões das Fronteiras da CGFRON/DIOPI/SENASP/MJSP. As ações da Polícia Civil fazem parte da força-tarefa do Sistema de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Norte montado para conter os ataques realizados por organizações criminosas que atuam no estado.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações, de forma anônima, pelo Disque Denúncia no número 181 ou pelo WhatsApp da DEICOR: (84) 98135-6796.

Transferência em Alcaçuz

A Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) realizou na terça (14) a transferência de um líder de facção que estava em isolamento em Alcaçuz e também era suspeito de ordenar os ataques violentos no RN.

O setor de inteligência da Sesed havia detectado o planejamento de festas para arrecadação de dinheiro que seria utilizado no financiamento dos ataques.

Mas, como o plano foi descoberto antes, as festas não chegaram a acontecer e algumas prisões foram realizadas. Desde então, o líder da facção estava em isolamento.

Morte na Paraíba

Um homem identificado como possível financiador dos ataques morreu na madrugada da quarta (15) em confronto com policiais da Divisão Especializada Em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), na cidade de João Pessoa, na Paraíba.

Ele foi identificado como José Wilson da Silva Filho, de 29 anos. O suspeito era foragido tanto do sistema penitenciário do Rio Grande do Norte quanto da Paraíba, e estava escondido no bairro de Paratibe, em João Pessoa. O endereço foi encontrado através de denúncia anônima.

Saiba +

Polícia do RN desarticula organização chefiada por mandante de ataques criminosos no Estado

Atentados no RN: ônibus voltam a circular nesta sexta (17) com frota de emergência em Natal

RN tem 4ª madrugada de crimes com incêndio na STTU e em estoque de medicamentos destinados à população em São Gonçalo

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.