Uern e Ufersa suspendem aulas depois de madrugada violenta no RN
Natal, RN 21 de mai 2024

Uern e Ufersa suspendem aulas depois de madrugada violenta no RN

14 de março de 2023
3min
Uern e Ufersa suspendem aulas depois de madrugada violenta no RN

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Duas universidades públicas do Rio Grande do Norte suspenderam as aulas nesta terça-feira (14) após os ataques criminosos orquestrados que atingiram o Estado. A Uern e Ufersa paralisaram as atividades. Já a UFRN segue normalmente, e o IFRN está de férias, por isso não foi afetado.  

Em nota, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) disse que, devido ao registro de ataques a bens e órgãos públicos em várias cidades do Estado na madrugada e manhã desta terça (14), as aulas estão suspensas em todos os campi.

“A Reitoria decidiu suspender todas as atividades acadêmicas e administrativas da Universidade no Campus sede, em Mossoró, nos campi de Pau dos Ferros, Angicos, Caraúbas e no Polo UAB Serra de São Bento, no período vespertino e noturno de hoje (14)”, informa a universidade.

“A medida visa resguardar a vida dos discentes, técnicos-administrativos, docentes e funcionários de empresas terceirizadas, bem como salvaguardar o patrimônio público. Fica também suspenso neste período o uso de transportes da Instituição, bem como que a entrada da Universidade deverá ter os seus portões fechados, com acesso controlado”, avisa a Ufersa.

Na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), a reitora Cicília Maia e o vice Francisco Dantas lamentaram os ataques à segurança pública e também cancelaram as atividades presenciais, facultando as aulas remotas. A suspensão envolve os campi de Mossoró, Assú, Caicó, Natal, Patu e Pau dos Ferros.

“O cenário [de retomada das aulas presenciais] será avaliado diariamente, podendo haver retorno às atividades presenciais a qualquer momento. A medida tem como objetivo resguardar a segurança da comunidade, especialmente de todos e todas que dependem do transporte público de passageiros. Estão autorizadas as aulas e atividades que possam ser desenvolvidas de forma remota”, diz a nota.

Já na principal universidade do Estado, a UFRN, as atividades seguem.

“Por enquanto, não há alteração no funcionamento da universidade”, disse a assessoria de comunicação da Reitoria. 

No IFRN, com mais de 20 campi espalhados pela região metropolitana de Natal e interior, os atos criminosos não trazem reflexos aos alunos já que a instituição está de férias. O ano letivo de 2023 começa em 23 de março e por isso, segundo o instituto, os ataques não causaram implicações.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.