“Língua negra” em praia de Natal é sujeira da cidade levada por água da chuva, diz Semurb
Natal, RN 20 de jul 2024

“Língua negra” em praia de Natal é sujeira da cidade levada por água da chuva, diz Semurb

17 de abril de 2023
2min
“Língua negra” em praia de Natal é sujeira da cidade levada por água da chuva, diz Semurb

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Uma foto que circula nas redes sociais com água de cor escura saindo de uma tubulação em direção ao mar na praia de Areia Preta, em Natal (RN), é resultado da água da chuva que acaba “varrendo” a sujeira da cidade e sendo levada até o mar, de acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb).

Estamos em pleno período chuvoso, e a água das chuvas lava as ruas da cidade, transportando tudo o que estiver depositado sobre a superfície para as áreas mais baixas. Neste caso, as águas das chuvas lavam os telhados das casas, que lançam suas águas de drenagem para a rua, que por sua vez transporta tudo o que está na rua como óleos, graxas, pneus, asfalto, que são levados pelas águas para a rede de drenagem, ocasionando essa língua negra que chega a praia”, detalhou a Secretaria em resposta à Agência Saiba Mais.

O Boletim da Balneabilidade das praias do Rio Grande do Norte desse último final de semana apontava Areia Preta (Praça da Jangada) entre as praias urbanas de Natal que estavam impróprias para banho, além da Redinha (Rio Potengi), Via Costeira (Barreira D’Água) e a foz do Rio Pirangi, em Nísia Floresta.

O Boletim, que é semanal, foi criado para orientar os banhistas na hora de decidir o melhor lugar para aproveitar a praia. Pra isso, são avaliadas as condições da água coletada em 33 pontos no litoral de Natal, Extremoz, Parnamirim e Nísia Floresta. Os técnicos avaliam a quantidade de efluentes não tratados lançados na praia e número de coliformes fecais encontrados nas amostras de água, com base na Resolução nº 274/2000 do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente).

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.