RN firma parceria com empresas chinesas para impulsionar desenvolvimento econômico
Natal, RN 2 de mar 2024

RN firma parceria com empresas chinesas para impulsionar desenvolvimento econômico

23 de abril de 2023
6min
RN firma parceria com empresas chinesas para impulsionar desenvolvimento econômico

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Rio Grande do Norte deu um importante passo para se consolidar como um polo de investimentos no Brasil e no mundo. Em uma missão realizada entre os dias 11 e 19 de abril na China, a governadora Fátima Bezerra e uma comitiva potiguar se reuniram com representantes de importantes empresas chinesas para apresentar as potencialidades do estado e buscar parcerias que possam impulsionar o desenvolvimento econômico do estado.

Durante a visita, foram firmadas parcerias com empresas como a China Communications Construction Company (CCCC), a State Grid e a Kerui, para tratar de temas importantes como agricultura familiar, mineração e gemas. A CCCC, por exemplo, que tem atuação em 159 países e construiu sete dos dez maiores portos do mundo, oficializou em menos de 24 horas o pedido de acesso ao estudo de viabilidade e detalhes do projeto do Porto-Indústria Verde do Rio Grande do Norte, apresentado pela comitiva potiguar. A empresa informou que enviará técnicos para aprofundar os detalhes do projeto em maio.

O Porto Indústria Verde é pensado para servir como apoio à indústria das energias renováveis, fabricação e montagem de equipamentos e exportação, bem como para a produção de hidrogênio e amônia verde. A iniciativa busca garantir um futuro próspero e sustentável para o estado e seu povo, impulsionando o desenvolvimento econômico e atraindo investimentos para o Rio Grande do Norte.

Energia eólica

Já a State Grid, que possui 15 mil km de linhas de transmissão no Brasil e é pioneira em instalação e operação de parques eólicos no Rio Grande do Norte, comunicou que participará dos dois leilões do governo federal para novas linhas de transmissão. Uma delas atende o estado, com capacidade de transmitir 500gw.

A comitiva potiguar afirmou à empresa que o Rio Grande do Norte está preparado para expandir sua matriz energética com a utilização de fontes como o offshore e o hidrogênio verde. O governo estadual está comprometido em assumir o papel de liderança na produção de energia renovável, tendo em vista que o estado já completou uma década na vanguarda da produção de energia eólica no Brasil. A meta é assumir a dianteira na próxima fase de transformações energéticas, por meio da produção de hidrogênio verde.

Petróleo e gás

A Kerui, maior empresa de petróleo e gás da China, também se reuniu com a governadora e anunciou investimento de 500 milhões de dólares no Brasil, sendo 60% desse valor destinado ao estado do Rio Grande do Norte. A empresa planeja instalar um escritório em Mossoró e construir uma planta de gás natural.

A empresa foi a primeira companhia privada chinesa a obter um contrato de infraestrutura com a Petrobras. Em 2018, fechou contrato para construção de uma Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em parceria com a empresa brasileira Método Potencial, que é o maior projeto de tratamento de gás natural do Brasil e representa investimento de aproximadamente US$ 600 milhões de dólares.

Agricultura Familiar

Para o secretário da Sedraf, Alexandre Lima, a pauta relacionada à agricultura familiar foi muito positiva para o estado. “Foi uma visita que deu uma visão muito boa da realidade da mecanização da agricultura familiar da China e atendeu perfeitamente todas as nossas expectativas. Primeiro porque nós pudemos ver no local os equipamentos sendo fabricados e ampliar o diálogo com as fábricas. Segundo porque serviu para aprofundar a articulação com a Universidade Agrícola da China”.

A agenda é um desdobramento do Acordo de Cooperação firmado entre o Consórcio Nordeste, representando os nove estados da região, e a China em setembro de 2022, visando a Mecanização Agrícola na Agricultura Familiar com maquinários desenvolvidos no país oriental.

Segundo Alexandre, a expectativa é que o maquinário chegue ao Rio Grande do Norte no segundo semestre desse ano para serem testados e validados. “Com isso será possível realmente a gente dar passos importantes para viabilizar a utilização desse maquinário no processo de tecnificação e modernização da agricultura familiar do Rio Grande do Norte e do Nordeste. E o Rio Grande do Norte será certamente um dos protagonistas desse processo de mecanização da agricultura familiar”, avaliou o secretário da Sedraf.

A cooperação com a China visa superar o baixo índice de mecanização agrícola na agricultura familiar, especialmente do Nordeste, onde, segundo o IBGE (2017), somente 2,3% da agricultura familiar possui mecanização; 0,5% das propriedades nordestinas possuem algum tipo de equipamento para semear e só 0,2 % utilizam algum tipo de equipamento para colher o que produzem.

A Universidade Agrícola da China (CAU) possui dois mil professores, 25 mil alunos e monitora a utilização de mais de um milhão de máquinas utilizadas naquele país por agricultores familiares. Estudos apontam que a mecanização promove aumento de 15% na produção e redução de 30% na emissão de carbono.

Mineração e Gemas

Outro destaque da visita foi a parceria para instalação de um laboratório de gemas, que funcionará no IFRN do município de Currais Novos. A governadora Fátima Bezerra esteve no Instituto de Recursos Minerais da Academia Chinesa de Ciências Geológicas (CAGS), com o vice-presidente Yan Chengyi, onde assinou um acordo de cooperação que irá trazer avanços na implantação do Laboratório de Certificação de Gemas no Rio Grande do Norte. Este é um passo importante para a mineração, especialmente para as pedras preciosas que são extraídas do estado.

O instituto geológico da China participará com treinamento e outros recursos. Além disso, a senadora Zenaide Maia destinará emendas no valor de dois milhões de dólares para equipamentos. A expectativa é que a iniciativa possa quadruplicar o valor dos minerais e pedras preciosas da região.

A criação do laboratório de gemas, previsto para ser integrado às instalações do Centro de Tecnologia Mineral do IFRN, em Currais Novos, irá abrir o mercado internacional para os produtores de pedras preciosas do Brasil, com foco principal na China e Ásia e potencial para atingir outras partes do mundo.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.