Secretária Adjunta de Educação de Natal diz que pasta não tem poder de decisão sobre piso dos professores
Natal, RN 30 de mai 2024

Secretária Adjunta de Educação de Natal diz que pasta não tem poder de decisão sobre piso dos professores

19 de abril de 2023
3min
Secretária Adjunta de Educação de Natal diz que pasta não tem poder de decisão sobre piso dos professores

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Concurso para a rede pública de ensino de Natal, negociação para a implantação do piso dos professores que se arrasta desde 2020 e as vagas para Educação de Jovens e Adultos (EJA) são alguns dos temas questionados no Balbúrdia desta quarta (19) com a Secretária Adjunta da Gestão Pedagógica de Natal, Naire Jane Capistrano. Confira:

Vagas no EJA

“Redução da busca é um cenário nacional e em Natal não é diferente. Temos desenvolvido ações para ampliação. Isso veio à tona depois de uma reunião proposta pela Secretaria [de Educação]. Diante da baixa procura e da oferta de vagas, nós convidamos os diretores das escolas que ofertam EJA. Das 71 escolas municipais, nós temos hoje 21 que oferecem a EJA noturno e diurno”, detalhou Naire Jane Capistrano.

EJA nas 4 zonas

A questão da EJA não é só a matrícula, falo da EJA porque é d que estamos tratando aqui, mas a Educação, de um modo geral, é um direito e, para isso, é preciso dar acesso e permanência. Esse trabalho tem sido feito para que as pessoas busquem as unidades. Temos escolas em todas as zonas administrativas da cidade, há um número maior nas zonas Oeste e Norte, porque há uma demanda maior, mas há em todas as regiões administrativas da cidade”, garantiu Secretária Adjunta da Gestão Pedagógica de Natal.

Busca ativa

De acordo com Naire Jane Capistrano, a Secretaria Municipal de Natal aderiu ao Busca Ativa, plataforma gratuita para ajudar os municípios a combater a exclusão escolar, desenvolvida pelo UNICEF em parceria com Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação), Congemas (Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social) e Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde).

Negociação do Piso

A Prefeitura de Natal paga o piso. Eu penso que essa lute é pelo reajuste salarial... Eu não tenho esse poder de decisão e a Secretaria também não tem. É uma decisão que é intersetorial, há uma questão que é a paridade e pra isso a Natalprev precisa fazer parte, a Secretaria de Administração, a de Tributação... essas reunião têm acontecido, esses estudos e há uma possibilidade sim desse reajuste”, comentou a Secretária Adjunta.

Os professores ainda lutam para que a Prefeitura de Natal pague os 6,42% do reajuste de 12,84% anunciado pelo Ministério da Educação (Mec) em 2020.

O aumento de 33,24% estabelecido pelo Ministério em 2022 também não foi negociado. A gestão do prefeito Álvaro Dias (Republicanos), também não se manifestou sobre os 14,95% de reajuste deste ano de 2023.

Nas contas da categoria, a defasagem do que o município de Natal paga atualmente como piso chega a ser de 66%. Um professor em início de carreira no Ensino Fundamental em Natal recebe R$ 2.962,57.

Confira a entrevista na íntegra:

https://www.youtube.com/watch?v=UsOFTVKYlwc
Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.