Servidores do município em greve são proibidos de entrar em Fórum Nacional de Secretarias de Administração em Natal
Natal, RN 24 de jul 2024

Servidores do município em greve são proibidos de entrar em Fórum Nacional de Secretarias de Administração em Natal

25 de abril de 2023
2min
Servidores do município em greve são proibidos de entrar em Fórum Nacional de Secretarias de Administração em Natal

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Nesta terça (25), último dia do Fórum Nacional de Secretarias Municipais de Administração das Capitais, servidores da saúde do município de Natal, que estão em greve desde ontem, foram proibidos de entrar no evento.

Do lado de fora, os servidores da saúde questionaram a aplicação do dinheiro público e a proibição de acesso ao evento.

O que esses gestores estão fazendo com o dinheiro da população? Vamos ficar aqui, esperar até o fim e vamos entrar porque temos direito! Caso a gente não entre, vamos pegar o estatuto dessa conferência e vamos judicializar essa porcaria, porque isso não nos representa! Mais um repúdio à Secretaria Municipal de Saúde e ao prefeito Álvaro Dias [Republicanos], que desrespeita essa categoria, os usuários da saúde e os natalenses todos os dias”, criticou de forma indignada Érica Galvão, diretora do Sindsaúde (Sindicato dos Trabalhadores da Saúde do Rio Grande do Norte).

O Fórum está sendo realizado no auditório de um hotel da Via Costeira, e conta com a participação dos titulares das pastas de Administração das 27 capitais, além de outros convidados.

De acordo com a Prefeitura de Natal, a capital potiguar está entre as cinco cidades que apresentarão “cases” de sucesso relacionados aos métodos e modelos de gestão implementados no Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de Natal – Natalprev. Além disso, também a promessa de apresentar experiências voltadas para o processo de modernização das cidades.

Com a greve na rede municipal de saúde, apenas 30% do efetivo dos serviços de urgência e emergência está ativo.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.