Crimes violentos no RN caem 9% no primeiro quadrimestre do ano
Natal, RN 24 de jun 2024

Crimes violentos no RN caem 9% no primeiro quadrimestre do ano

3 de maio de 2023
2min
Crimes violentos no RN caem 9% no primeiro quadrimestre do ano

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Rio Grande do Norte teve uma queda de 8,9% nas ocorrências de crimes violentos na comparação entre o primeiro quadrimestre deste ano e o mesmo período do ano passado. Os dados são da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed).

Segundo a pasta, nos primeiros quatro meses de 2022 foram registrados 395 Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLIs). Já no mesmo período de 2023, ocorreram 360 mortes violentas em todo o Rio Grande do Norte.

A CVLI é um indicador que abrange diferentes tipos de crime, como homicídio doloso, latrocínio, feminicídio, lesão corporal seguida de morte e outros crimes que resultam em mortes.

Para o Coronel Araújo, titular da Sesed, a queda é resultado de melhorias no sistema de segurança. 

"[Há] maior integração entre as forças que compõem o sistema de segurança pública, melhor distribuição dos efetivos e uso mais eficaz dos setores de inteligência, mais e melhores recursos e equipamentos de proteção e de enfrentamento, além da abnegação e comprometimento de homens e mulheres agentes da segurança pública do Estado", afirmou.

A redução também foi apontada nos três maiores municípios do Estado. Em Natal, nos primeiros quatro meses de 2022 foram registrados 92 mortes deste tipo, contra 66 ocorrências em 2023 - diminuição de 29,3%.

Em Mossoró, segunda maior cidade do Estado, a queda neste período foi de 39,2%, ao cair de 51 mortes violentas em 2022 para 31 crimes em 2023.

Na cidade de Parnamirim, localizada na Região Metropolitana, no primeiro quadrimestre de 2022 foram 19 CVLIs, enquanto no mesmo período de 2023 foram registradas oito. A queda foi de 57,9%.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.