Natal amplia vacinação contra a gripe para todos a partir de 6 meses de idade na segunda-feira
Natal, RN 16 de jun 2024

Natal amplia vacinação contra a gripe para todos a partir de 6 meses de idade na segunda-feira

13 de maio de 2023
Natal amplia vacinação contra a gripe para todos a partir de 6 meses de idade na segunda-feira

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Ministério da Saúde ampliou a vacinação contra a gripe para toda a população acima dos seis meses de idade. Natal inicia a nova fase da campanha na data recomendada, a próxima segunda-feira (15).

O imunizante é aplicado nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 15h. Nos pontos extras dos shoppings Midway Mall, Partage Norte Shopping e Via Direta, a vacinação é feita de segunda-feira a sexta-feira, das 13h às 20h, e no sábado das 15h às 20h.

A vacina estava sendo oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) apenas aos grupos prioritários, formado por idosos acima dos 60 anos, crianças com idade entre 6 meses e 6 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), imunossuprimidos, indígenas, profissionais da saúde e da educação, pessoas com deficiência permanente ou com comorbidades, profissionais de transporte coletivo e portuários, trabalhadores das forças de segurança e salvamento, trabalhadores das forças armadas e do sistema prisional e população privada de liberdade.

Até o momento, 21 milhões de pessoas foram imunizadas – 30% do grupo prioritário.

O novo público é liberado para receber a dose antes do final da campanha, previsto para 31 de maio. Em anos anteriores, o governo federal adotava a estratégia de estender a imunização para todos ao final da campanha, para dar prioridade para pessoas mais vulneráveis ou mais expostas ao vírus, como idosos, gestantes e professores.

De acordo com o governo federal, a liberação para novo público antes do fim da campanha, previsto para 31 de maio, atende a um pedido de estados e municípios, que estão com estoques cheios, já que a procura está baixa.

Saúde tenta driblar fake news

No site do Ministério da Saúde é possível ver um alerta contra mentiras espalhadas na internet sobre vacinas: “É falso que as vacinas contra a gripe causam câncer ou outras doenças”.

“Todas as vacinas passam por rigorosos testes e análises antes de serem aplicadas na população e não há qualquer comprovação científica quanto ao risco de pessoas desenvolverem câncer por serem vacinadas. A vacina Influenza (gripe) é fabricada com vírus inativados, fragmentados e purificados, ou seja, não é capaz de induzir o desenvolvimento da doença. Além disso, a composição e a concentração de antígenos são atualizadas a cada ano, seguindo orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS).”, detalha o Ministério.

O órgão do governo federal lembra ainda que a estratégia de vacinação contra a gripe foi incorporada no Programa Nacional de Imunizações (PNI) em 1999, com o propósito de reduzir internações, complicações e óbitos na população-alvo. E ressalta que “a vacina é segura, efetiva e pode ser administrada simultaneamente com outras vacinas do calendário nacional”.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.