Primeira vereadora trans do RN, Thabatta Pimenta representará Brasil em evento de lideranças LGBT no México
Natal, RN 18 de jun 2024

Primeira vereadora trans do RN, Thabatta Pimenta representará Brasil em evento de lideranças LGBT no México

5 de maio de 2023
Primeira vereadora trans do RN, Thabatta Pimenta representará Brasil em evento de lideranças LGBT no México

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A vereadora Thabatta Pimenta (PSB), de Carnaúba dos Dantas, será uma das brasileiras representantes do Brasil em um evento de lideranças políticas LGBTI no México.

O 6º Encontro de Liderança Política LGBTI das Américas e do Caribe será realizado na Cidade do México nos dias 20, 21 e 22 de julho de 2023. Pimenta foi eleita em 2020 como a primeira pessoa trans a conquistar um cargo no legislativo do Rio Grande do Norte. 

No ano passado, ao disputar o cargo de deputada federal, foi a mais votada na nominata do PSB, com 40.533 votos, aumentando sua visibilidade.

De acordo com ela, o convite para ir ao país da América do Norte partiu da sua projeção eleitoral. Ela destaca a importância de ser reconhecida como uma liderança da comunidade.

“A gente vive no país que mais mata pessoas trans, que mais mata pessoas LGBTs, então é necessário a gente falar sobre isso e principalmente dar voz a essas lideranças de vários lugares, seja no interior, seja na capital, e lutando pra interiorização das políticas públicas, porque geralmente só pensam nas capitais, e esquecem que em cada lugar existe uma pessoa trans, uma pessoa LGBT, e em todos esses recortes”, destaca Thabatta.

“Quando a gente fala de educação, de saúde, assistência, a gente tem que pensar nessa comunidade que também é cidadã, e cidadã como todo mundo. Eu digo ‘recortes’ porque tem pessoas negras LGBTs, tem mulheres trans, mulheres cis, pessoas com deficiência, tudo nessa comunidade”.

Para ela, sua visibilidade ajuda a desmistificar visões distorcidas de que pessoas LGBT ou trans só falam para suas próprias comunidades. 

“Acham que nós só falamos da bolha em que a gente vive, que eles querem nos colocar, mas a gente chegando lá mostra que pode falar sobre tudo. Hoje eu sou a única pessoa trans no país que é uma presidenta de comissão, de educação, saúde e assistência, pelo meu trabalho, e nesse sentido não é nem tanto [por ser] da comunidade LGBT. Eu pego várias pautas e faço o que muitos outros representantes deviam fazer, que é se colocar no lugar do outro e representar o povo de verdade”, diz

Segundo a organização do encontro, este é o maior evento que reúne abertamente líderes LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersex), servidores públicos e aliados.

“Desde 2014, mais de 1.350 líderes LGBTIQ+ de mais de 40 países de todo o hemisfério participaram de nossas reuniões e utilizaram as ferramentas e habilidades adquiridas durante o evento para liderar organizações sem fins lucrativos, tornar-se funcionários públicos e trazer mudanças para suas comunidades”, aponta.

Os primeiros encontros das lideranças LGBT foram realizados no Peru, Honduras, República Dominicana, Colômbia e de maneira virtual durante a pandemia. 

Neste ano, Thabatta afirmou que não pensa em deixar o Legislativo, mas cogita mudar o domicílio eleitoral e se candidatar em Natal nas eleições de 2024.

“Estou ouvindo a população que quer uma renovação também na Câmara Legislativa de Natal, e como eu tenho casa aqui [em Natal] há muito tempo, eu fico aqui e em Carnaúba, é uma possibilidade de eu ser uma possível candidata para a Câmara dos Vereadores de Natal”, comentou.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.