Ivan Júnior não deve mais assumir Codevasf no RN, acredita presidente do PT no Estado
Natal, RN 17 de abr 2024

Ivan Júnior não deve mais assumir Codevasf no RN, acredita presidente do PT no Estado

23 de junho de 2023
2min
Ivan Júnior não deve mais assumir Codevasf no RN, acredita presidente do PT no Estado

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Envolto em polêmicas por críticas feitas ao PT num passado recente, Ivan Júnior não deve mais assumir a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) no Estado. É o que acredita o presidente do PT no Estado, o ex-deputado estadual Júnior Souto.

“Eu penso que Ivan já não será o nome [indicado para assumir]. Estavam tratando de outro nome”, disse o líder petista, que compõe a comissão estadual responsável por reunir todas as indicações de aliados para os cargos federais no RN.

No ano passado, Ivan foi candidato a vice-governador na chapa oposicionista encabeçada por Fábio Dantas (Solidariedade), que contou com o apoio do ex-ministro e senador eleito Rogério Marinho (PL).

A sua indicação para a Codevasf partiu do União Brasil, sigla que o PT tenta atrair para a base aliada no Congresso, e foi costurada principalmente pelo ex-senador José Agripino. A recomendação, entretanto, causou tensão por declarações públicas do ex-prefeito em que relacionou Lula à corrupção.

“O governo de Lula [foi um] desastre de governo, foi um desastre o governo de Dilma”, já afirmou em uma entrevista de 2022.

Segundo Souto, havia ainda o nome de outro quadro atrás de Ivan na indicação do União: o do ex-prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rêgo. 

“Quando se falou de Ivan, as conversas que soavam é que o segundo nome seria Leonardo Rêgo, o que era também um problema do ponto de vista do perfil político”, apontou.

Rêgo esteve à frente da Prefeitura de Pau dos Ferros em três oportunidades: foi eleito em 2004, 2008 e 2016. Em 2020, tentou a reeleição, mas perdeu para Marianna Almeida (PSD). No ano passado, tentou também uma vaga na Câmara Federal, mas recebeu 16.539 votos e também não foi eleito.

Ainda entre 2013 e 2014, também foi titular da Secretaria Estadual de Recursos Hídricos (Semarh) no governo Rosalba Ciarlini. O político é filho do ex-deputado estadual Getúlio Rêgo.

Saiba mais

União Brasil quer emplacar crítico do PT e ex-candidato a vice-governador no comando da Codevasf do RN

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.