Prefeitura de Natal fecha 24 leitos com desativação de hospital infantil e libera pacientes doentes por falta de vagas, denuncia sindicato
Natal, RN 23 de mai 2024

Prefeitura de Natal fecha 24 leitos com desativação de hospital infantil e libera pacientes doentes por falta de vagas, denuncia sindicato

14 de junho de 2023
Prefeitura de Natal fecha 24 leitos com desativação de hospital infantil e libera pacientes doentes por falta de vagas, denuncia sindicato

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Até a manhã desta terça (13), das 35 vagas do Hospital Municipal Pediátrico Nivaldo Júnior, fechado nesta segunda (12) pela Prefeitura de Natal, apenas 11 foram mantidas, segundo a direção do Sindicato dos Servidores da Saúde do Rio Grande do Norte (Sindsaude/RN).

Parte dos pacientes que estavam internados no hospital pediátrico foi transferida para a Maternidade Araken Irerê Pinto, que também faz parte da rede de saúde do município e que, agora, passa a receber também os casos que antes iam para a unidade que foi fechada.

Dos 35 leitos do hospital pediátrico, 25 estavam ocupados, mas apenas 11 pacientes foram transferidos. Os outros 14, segundo denúncia feita pela direção do Sindsaúde/ RN, receberam alta, mesmo ainda estando doentes.

Foi dada alta a 14 pacientes, mesmo com pneumonia e bronquiolite, para continuar o tratamento em casa, mas que precisam continuar internadas, inclusive, crianças que estavam até no O2 (oxigênio). Não tem como botar lá, a maternidade está lotada”, denuncia Érica Galvão, dirigente do Sindsaúde/ RN.

Até então, apesar de ser uma maternidade, a Araken Irerê Pinto possuía, apenas, leitos clínicos adultos, além de duas unidades de estabilização infantil, onde as crianças eram estabilizadas para posterior transferência para UTI’s infantis ou pediátricas, como a Maternidade Escola Januário Cicco ou o Hospital Infantil Maria Alice Fernandes.

A Prefeitura de Natal, que desde a segunda confirmou a transferência dos pacientes e fechamento do hospital pediátrico, justifica que a mudança foi adotada para “racionalizar recursos humanos, estruturais e financeiros” e que a mudança não vai comprometer o atendimento, apesar de não especificar o número de leitos abertos na maternidade.

“A medida se dá em função da necessidade de racionalizar recursos humanos, estruturais e financeiros. Até para que o Município possa manter sua política de alto investimento no setor, o que hoje corresponde a mais de 33% do orçamento da Administração Municipal, mais que o dobro do índice obrigatório constitucionalmente (de 15% do orçamento).

Sobretudo, a medida adotada a partir desta terça garante a integralidade na prestação de todos os serviços que até então estavam sendo realizados no Hospital Nivaldo Júnior. O Hospital Maternidade Araken Irerê Pinto, portanto, passa a acolher as atividades pediátricas sem comprometer o atendimento aos usuários dessa especialidade na rede municipal de saúde”, afirmou a Secretaria Municipal de Saúde por meio de nota.

De acordo com informação do Sindsaúde, o fechamento do hospital pediátrico é resultado, na verdade, de atrasos no pagamento do aluguel do prédio por parte do prefeito da capital, Álvaro Dias (Republicanos). Com isso, o dono do imóvel teria solicitado o prédio de volta.

Hospital Municipal Pediátrico Nivaldo Junior

Sem leitos psiquiátricos

Além da redução no número de leitos pediátricos, o fechamento do Hospital Municipal Pediátrico Nivaldo Júnior também vai resultar no fechamento completo dos leitos psiquiátricos. A unidade possuía 30 leitos de baixa e média complexidade e cinco psiquiátricos.

A maioria das crianças que estão nesses leitos são vítimas de violência sexual, abuso sexual ou violência doméstica. Esses leitos não foram abertos na Araken e, inclusive, eles estão desfazendo as equipes hoje. Natal tem mais equipe para atendimento a crianças vítimas de violência sexual, doméstica e outra doenças psiquiátricas”, critica Érica Galvão.

Saiba +

Prefeitura de Natal fecha único hospital pediátrico do município

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.