Livraria Cooperativa Cultural realiza sessão de autógrafos com autores nesta quinta-feira (13)
Natal, RN 23 de jun 2024

Livraria Cooperativa Cultural realiza sessão de autógrafos com autores nesta quinta-feira (13)

12 de julho de 2023
5min
Livraria Cooperativa Cultural realiza sessão de autógrafos com autores nesta quinta-feira (13)

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar
Por Andryer Mendes

Já consolidada como espaço para fecundas conversas e grandes trocas de conhecimento, a Livraria Cooperativa Cultural novamente aproxima autores e leitores em evento que acontece nesta quinta-feira (13) no espaço da livraria. Na ocasião, a Livraria receberá os autores Almir Félix e Luciano Capistrano que conversarão e autografarão suas mais recentes publicações: “O Patrimônio Cultural e os Livros Didáticos” (Appris, 2022) e “1964: Para Não Esquecer” (Sebo Vermelho, 2023), respectivamente. Este é o primeiro de uma série de encontros planejados para o segundo semestre do ano que movimentarão a comunidade acadêmica e literária de Natal.

A curadoria em eventos da Livraria em conjunto com os autores propôs uma sessão de autógrafos dupla a fim de fomentar a construção de um diálogo costurado entre as publicações de Félix e Capistrano que, apesar de tratarem de temas distintos, possibilitam um diálogo bastante forte sobre memória (e a importância dela), memória coletiva, patrimônio histórico e educação. Com foco na história, a Livraria quer com este encontro transforme-se em uma grande roda de conversa acerca dos temas, fomentando a curiosidade e a produção de conhecimento e, claro, oferecer uma excelente oportunidade de garantir as publicações autografadas.

A realização destes encontros confunde-se com a história da própria Livraria Cooperativa Cultural e hoje, num cenário de enfraquecimento do hábito de visitar livrarias, se mostra mais importante do que nunca, afinal é através destas e de outras ações promovidas que a livraria tem construído uma pungente comunidade literária na cidade, aproximando dos leitores autores de obras de importância singular e que proporcionam debate e grande aprendizado.

"Acreditamos que o encontro entre leitores e autores é um momento ímpar, capaz de enriquecer a experiência literária e estabelecer conexões duradouras. Esperamos que os participantes tenham a oportunidade de conversar com os autores, fazer perguntas, compartilhar impressões e até mesmo receber conselhos sobre suas próprias aspirações na escrita.", declarou o presidente da Cooperativa Cultural, José CorreiaTorres Neto.

"Queremos que cada pessoa saia da sessão de autógrafos com a sensação de ter vivido um momento inesquecível e enriquecedor, fortalecendo assim o vínculo entre nossa livraria e nossa comunidade de leitores", afirma Wani Pereira, vice-presidente da Cooperativa.

Com foco no ensino do Patrimônio Cultural Brasileiro, Almir Félix a partir de uma competente e inédita pesquisa aborda em “O Patrimônio Cultural e os Livros Didáticos” a relação entre a historiografia acadêmico-universitária e a historiografia didática, ou seja, a escrita destinada ao consumo dos alunos e professores do ensino fundamental e médio, a partir da análise de coleções de livros didáticos destinados a esse público, o autor busca em sua publicação examinar, investigar e compreender como se dá esta dinâmica. Almir Félix possui graduação em Administração pela Universidade Federal da Paraíba (1996), especialização em Gestão da Qualidade & Produtividade também pela UFPB (1996), mestrado em História pela Universidade Federal de Pernambuco (2002), doutorado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2016), e com sua vasta experiência em história, patrimônio cultural e educação, nos conduz em uma jornada de aprendizado e reflexão.

Mesclando poesia com narrativa histórica, Luciano Fábio Dantas Capistrano retrata o Regime Civil Militar brasileiro, um dos momentos mais sombrios e violentos da história recente do país, em “1964: para não esquecer". Em sua obra Capistrano mergulha nos bastidores do golpe militar de 1964 e os desdobramentos que marcaram 21 anos de governos dos Generais Presidentes. A publicação é uma leitura essencial para mantermos viva a memória daqueles que foram silenciados pela ditadura e combatermos a ideia de "Ditabranda" que certos setores da sociedade tentam construir. Luciano Capistrano é Professor da Escola Estadual Myriam Coeli, atualmente na função de Gestor Escolar. Mestre em Ensino de História/UFRN e Sócio efetivo do IHGRN (Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte). Com uma paixão especial por poesia e fotografia, Capistrano nos presenteia com uma visão profunda e impactante desse período histórico.

"Tenho as mais positivas expectativas." começa Capistrano, "Será uma manhã de prolífica conversa ao lado de um grande amigo, o professor Almir Oliveira. Nós conversaremos com o público presente sobre a produção historiográfica e sobre nossas publicações. Ambos concordamos que não havia ambiente melhor para proporcionar este encontro que o ambiente da Cooperativa." conclui. O evento é aberto ao público em geral e acontece na Cooperativa Cultural nesta quinta-feira (13) a partir das 10h30.

Serviço

O que: Sessão de autógrafos de “O Patrimônio Cultural e os Livros Didáticos” (Appris, 2022) e “1964: Para Não Esquecer” (Sebo Vermelho, 2023), com Almir Félix e Luciano Capistrano.

Quando: Quinta-feira (13 de julho), a partir das 10h30.

Onde: Livraria Cooperativa Cultural, Centro de Convivência (UFRN).

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.