Programa de moradias será retomado no RN com construção de 765 casas
Natal, RN 18 de jun 2024

Programa de moradias será retomado no RN com construção de 765 casas

7 de julho de 2023
4min
Programa de moradias será retomado no RN com construção de 765 casas

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Após suspensão de execução e recursos pelo governo Bolsonaro, no fim de 2022, o programa Pró-Moradia será retomado no Rio Grande do Norte. Serão 765 casas construídas no Estado, que devem beneficiar cerca de quatro mil pessoas. Os investimentos da União serão na ordem de R$ 43 milhões.

As informações foram confirmadas pela presidente da Caixa Econômica Federal, Rita Serrano, que participou de uma reunião com a governadora Fátima Bezerra (PT), no início da tarde desta quinta-feira (06) em Natal. As residências chegarão a todas as regiões do Estado, num benefício para atender pessoas em situação de vulnerabilidade. Serrano garantiu que vai “agir rápido” para possibilitar o resgate da ação.  

“Vim aqui visitar a Governadora e dizer que vamos executar as obras do programa Pró-Moradia, que estavam suspensas por decisão da gestão anterior no Governo Federal. São investimentos da União no valor de R$ 43 milhões", afirmou a gestora da Caixa. 

Serão contempladas 41 cidades. Cada unidade habitacional está avaliada em aproximadamente R$ 60 mil e tem quase 41 metros quadrados, constando de dois quartos, banheiro, área de serviço, sala e cozinha.

Paralisado há 12 anos, o programa foi reativado em 2019 em virtude da garantia do Estado de contrapartida financeira e que foi honrada. No entanto, a União suspendeu a execução e recursos no fim de 2022. 

Ainda assim, segundo o Governo do Estado, as primeiras casas foram entregues no município de Santo Antônio, beneficiando 14 famílias do município. Segundo o Executivo, a iniciativa foi um marco para o RN, que há mais de 15 anos não destinava moradias à população de baixa renda. 

Fátima Bezerra também comemorou a retomada.

"Aportamos recursos próprios para contrapartidas, destravamos impedimento, mas tivemos dificuldades porque a administração federal anterior paralisou tudo”, afirmou. 

“A decisão da Caixa significa dignidade, respeito ao Estado e à sociedade. Agora 765 famílias vão ter suas residências", declarou a governadora.

Minha Casa Minha Vida

Na visita a Natal, a presidente da Caixa também tratou com o Governo do Estado de investimentos no Pró-Transporte, obras no setor da Saúde Pública e do programa Minha Casa Minha Vida. 

Quanto ao Minha Casa Minha Vida, já há o compromisso federal da contratação de 2.800 unidades através do Fundo de Arrendamento Familiar. As moradias são voltadas para famílias com renda per capita de até meio salário mínimo.

Fotos: Carmem Felix/Assecom-RN

As propostas do Minha Casa Minha Vida para o Rio Grande do Norte serão acompanhadas pela Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Cehab) e gerenciadas pela Caixa, que deve formalizar as tratativas para início de obras no segundo semestre deste ano. Serão beneficiados municípios que cumpram regras legais e apresentem terrenos aptos para a construção dos conjuntos. Serão 40 imóveis por cidade, com ênfase na região da Grande Natal.

Para o diretor-presidente da Cehab, Pablo Thiago Lins, com a volta da ação se fortalece a política habitacional e se caminha para diminuir o déficit de casas no Estado. 

“Além disso, vamos fortalecer ainda mais a indústria da construção civil, aliando o Pró-Moradia com o retorno pleno do Minha Casa Minha Vida”, explicou Pablo.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.