Teatro Alberto Maranhão vai celebrar cultura do povo preto com noite dedicada a artistas negras do Rio Grande do Norte
Natal, RN 24 de abr 2024

Teatro Alberto Maranhão vai celebrar cultura do povo preto com noite dedicada a artistas negras do Rio Grande do Norte

22 de julho de 2023
2min
Teatro Alberto Maranhão vai celebrar cultura do povo preto com noite dedicada a artistas negras do Rio Grande do Norte

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Teatro Alberto Maranhão será palco de um evento único e histórico no dia 31 de julho de 2023. O "julho das Pretas", organizado pela Secretaria de Estado da Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos do RN, vai celebrar a cultura negra e destacar artistas pretas, dando visibilidade e valorizando talentos que frequentemente são sub-representados nos espaços culturais.

O evento começa a partir das 18h e quer jogar luz sobre a relevância da cultura negra e a importância de reconhecer a contribuição das mulheres negras para a sociedade e para as artes, além de incentivar o público a se aprofundar e valorizar as múltiplas formas de expressão artística que emergem das raízes africanas presentes na cultura brasileira.

Dentre os grupos e artistas que participarão do evento, terá o grupo de percussão Baobá de Macaíba, as cantoras Pretta Soul, Ana Luh e Vic Kabulosa. Dona Daza, quilombola de Portalegre, vai declamar poesias, com versos permeados por ancestralidade e luta que deram voz às inquietações e anseios de seu povo. As atrizes Tony Silva e Lenilda mostram a potência artística do teatro, promovendo reflexões sobre questões sociais e raciais, além de Josilene Oliveira, cantora do coco juremado; a farinhada e o coco sinhá.

Muitas dessas artistas nunca pisaram no TAM, o que torna a celebração ainda mais simbólica.

Segundo texto enviado pelo Governo do Estado, a escolha de realizar o "Julho das Pretas" somente com artistas negras é um ato de resistência e um passo importante rumo à equidade e à representatividade nas mais diversas esferas.

A iniciativa vai proporcionar um espaço para que a comunidade negra se reconhecesse nas artes e, ao mesmo tempo, possibilitar ao público em geral conhecer e se encantar com a riqueza cultural presente em suas raízes, afirmou Aércio Subcoordenador de Povos e Comunidades Tradicionais do Governo do Estado do RN.

Segundo ele, a relevância desse encontro vai além do palco do Teatro Alberto Maranhão. Ao reunir essas talentosas artistas e grupos, o "julho das Pretas" pretende reverberar uma mensagem poderosa de representatividade, empoderamento e valorização da cultura afro-brasileira.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.