Hospital Universitário Onofre Lopes terá R$ 40 milhões do novo PAC para centro cirúrgico e UTIs
Natal, RN 18 de jun 2024

Hospital Universitário Onofre Lopes terá R$ 40 milhões do novo PAC para centro cirúrgico e UTIs

18 de agosto de 2023
2min
Hospital Universitário Onofre Lopes terá R$ 40 milhões do novo PAC para centro cirúrgico e UTIs

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, vai investir nos hospitais universitários federais para melhorar e ampliar o atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), aumentar sua capacidade de ensino, pesquisa e inovação. No Hospital Universitário Onofre Lopes, o valor liberado é de R$ 40 milhões.

A quantia será destinada à construção do novo bloco do Centro Cirúrgico, Central de Materiais Esterilizados, Unidades de Terapia Intensiva (Adulto e Pediátrica) e Hemodiálise, com acréscimo de 30 leitos e três salas cirúrgicas.

Em todo o país, o investimento totaliza R$ 1,5 bilhão no período 2024-2027, verba que será gerida pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal que administra 41 hospitais universitários federais, inclusive o Onofre Lopes.

Para a superintendente Eliane Pereira da Silva, a novidade representa um grande avanço a fim de oferecer uma assistência com ainda mais qualidade: “Esta obra é uma conquista importante para o desenvolvimento dos serviços oferecidos pela instituição, em especial para o ensino, pesquisa e assistência”, relata.

Mais investimentos

As intervenções por meio do PAC contemplarão todos os hospitais da Rede Ebserh, incluindo aqueles que, no momento, se encontram em fase de negociação para serem incorporados à rede, o que inclui o Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Rio de Janeiro (CH-UFRJ), da Universidade Federal de Lavras (HU-UFLA), em Minas Gerais, Universidade Federal de Roraima (HU-UFRR) e da Universidade Federal do Acre (HU-UFAC). Esses dois últimos estados ainda não tinham unidades vinculadas e se somarão às demais.

Fazem parte da aplicação dos recursos do PAC a reconfiguração e reestruturação de prédios antigos, alguns deles quase centenários, que necessitam melhorias, reforços estruturais, mudança de fluxos internos, para que as necessidades do perfil assistencial sejam atualizadas. A maioria das obras foi escolhida de forma estratégica, estando vinculada ao incremento na assistência para a população do município onde o hospital está localizado.

* Com informações da Rede Ebserh

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.