Rio Grande do Norte tem mais de 11 mil indígenas, aponta Censo 2022
Natal, RN 26 de mai 2024

Rio Grande do Norte tem mais de 11 mil indígenas, aponta Censo 2022

7 de agosto de 2023
3min
Rio Grande do Norte tem mais de 11 mil indígenas, aponta Censo 2022

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

No único estado brasileiro sem território indígena demarcado, o Rio Grande do Norte, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) identificou 11.725 pessoas indígenas distribuídas em 5.539 domicílios particulares permanentes ocupados com pelo menos um morador indígena.

O número de moradores indígenas representa 0,36% da população residente no RN, sendo o estado a 17ª unidade da federação com a maior proporção dessa etnia. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (7)e fazem parte do Censo de 2022, que revelou a população indígena residente no Brasil: 1.693.535 pessoas, correspondendo a 0,83% da população total do país recenseada em 2022.

O Nordeste é a segunda maior região em concentração da população indígena com 31,22% (528.800 pessoas indígenas) que, junto à Norte, que concentra 44,48% dessa população (753.357), reúnem 75,71% de indígenas residentes no país.

Crescimento

Em 2010, o IBGE contou 2.597 pessoas indígenas no RN, o que correspondia a 0,08% da população residente no estado, denotando que a população autodeclarada indígena mais que dobrou em 12 anos, com variação positiva de aproximadamente 350%.

Apesar da grande diferença, o Instituto ressalta que a comparabilidade com o dado de população indígena de 2010 precisa de cuidados metodológicos e a variação de população entre os censos não pode ser explicada exclusivamente pelo seu componente demográfico.

Cerca de 80% da população indígena do RN está concentrada em nove municípios

A distribuição da população indígena pelo Rio Grande do Norte, que em 2010 se espalhava por 99 municípios, em 2022 apontou para 121. Nove deles concentraram cerca de 80% de toda população indígena residente no estado da data de referência do Censo 2022. São eles: João Câmara (20,6%), Natal (15,3%), Macaíba (10,1%), Ceará Mirim (9,1%), Canguaretama (6,3%), Apodi (6,2%), Baía Formosa (4,8 %), Goianinha (4,4%) e São Gonçalo do Amarante (3.5%).

Em valores absolutos, João Câmara é o município com a maior quantidade de pessoas da etnia (2.421), o que corresponde a 7,27% da sua população recenseada.

Natal apresenta o segundo quantitativo mais elevado de população autodeclarada indígena, concentrando 1.798 pessoas, seguido de Macaíba, com 1.179 pessoas, e de Ceará-Mirim, com 1064 pessoas.

Embora não apareçam nas maiores posições no ranking de quantitativos absolutos de população indígena, Baía Formosa, Jardim de Angicos e Canguaretama se destacaram como municípios com os maiores percentuais de pessoas indígenas no total de sua população residente, com 6,32%, 4,19% e 2,49% respectivamente, logo após de João Câmara (7,27%).

Vinte municípios do RN com maior número absoluto de população residente indígena e percentual de pessoas indígenas no total da população residente, 2022:

O Rio Grande do Norte tem cinco comunidades indígenas registradas pela Fundação Nacional do Índio (Funai): Sagi-Trabanda; Eleotérios do Katu; Mendonças do Amarelão; Tapará; e Caboclos do Açu.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.