Com visita de Wellington Dias ao RN, estado vira destino frequente de ministros do governo Lula
Natal, RN 12 de abr 2024

Com visita de Wellington Dias ao RN, estado vira destino frequente de ministros do governo Lula

14 de setembro de 2023
5min

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Rio Grande do Norte terá, nesta sexta-feira (15), a visita do sétimo ministro do governo Lula (PT) diferente em 2023. Wellington Dias, do Desenvolvimento e Assistência Social, estará em Mossoró e Apodi ao lado da governadora Fátima Bezerra (PT).

Além dos ministros, o próprio Lula já veio ao estado em 1º de setembro participando da vistoria da obra do Ramal do Apodi, uma das estruturas do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF).

Ex-governador do Piauí e atualmente senador licenciado, Wellington Dias é o responsável pela pasta que cuida das políticas nacionais de desenvolvimento social, de segurança alimentar e nutricional e da assistência social. É de sua alçada, por exemplo, o Bolsa Família.

Na sexta (15), ele vai participar de três momentos diferentes. De manhã, às 8h30, fará uma visita às turmas do curso de capacitação dos trabalhadores da assistência social – Programa CAPACITA SUAS – na Faculdade de Ciências da Saúde da Uern, no bairro Aeroporto.

Já às 10h30, participa de uma solenidade no Teatro Lauro Monte Filho com assinatura de pactos, do plano “Brasil Sem Fome” e de protocolo de intenções entre Governo do Estado, Banco do Nordeste, entidades e empresas.

O plano “Brasil Sem Fome”, aliás, surge depois que o país retornou ao Mapa da Fome das Nações Unidas em 2022, ainda no governo Jair Bolsonaro (PL).

O projeto tem três metas principais: tirar o Brasil do Mapa da Fome até 2030; reduzir, ano a ano, as taxas totais de pobreza, e reduzir a insegurança alimentar e nutricional, especialmente a insegurança alimentar grave.

À tarde, Wellington Dias segue para Apodi. É lá, às 14h40, que ele faz a entrega da Unidade de Beneficiamento de Algodão Agroecológico e Assinatura de Contratos PAA, no Sítio Lagoa do Clementino.

Destino frequente

Com a vinda do titular do Desenvolvimento e Assistência Social, o RN terá contabilizado a presença em solo potiguar de pelo menos sete ministros em nove momentos diferentes. 

O primeiro a vir foi Márcio França (Portos e Aeroportos), em 17 de fevereiro. Ele celebrou a aprovação da relicitação do aeroporto de São Gonçalo do Amarante e ainda apoiou a construção de um porto-indústria verde em Caiçara do Norte.

Em 6 de março, foi a vez de Paulo Teixeira (Desenvolvimento Agrário). O ministro participou de uma série de atividades e anúncios de programas para as famílias do campo em Bom Jesus. No município, Teixeira revelou duas assinaturas de contratos que somam R$ 51,5 milhões em assistência técnica para as famílias rurais.

A crise de segurança pública vivida pelo estado em março rendeu a Flávio Dino (Justiça e Segurança Pública) duas visitas diferentes ao Rio Grande do Norte. Em 19 de março, veio acompanhar as ações da Força Nacional no combate aos atentados criminosos.

Já no dia 31, retornou com um “pacotaço” para fortalecer as polícias locais. O anúncio incluiu a entrega de 20 veículos, 220 fuzis, pistolas, armas não letais, munições, coletes e capacetes balísticos, 9 drones, além da liberação de mais R$ 35 milhões para a Segurança Pública, que vão se somar aos R$ 100 milhões que já haviam sido liberados durante os ataques criminosos ocorridos no estado entre os dias 14 e 24 de março.

Maio abriu com a presença da ministra da Mulher, Aparecida Gonçalves, que no dia 3 daquele mês anunciou a instalação de duas Casas da Mulher Brasileira (CMB), sendo uma na capital e outra em Mossoró. O equipamento reúne e facilita o acesso a serviços especializados em violência contra a mulher, como acolhimento e triagem; apoio psicossocial; delegacia; Juizado; Ministério Público, Defensoria Pública; promoção de autonomia econômica; cuidado das crianças – brinquedoteca; alojamento de passagem e central de transportes.

Em junho, o próprio Dias esteve pela primeira vez no RN em 2023. Ele participou de uma reunião com governadores do Consórcio Nordeste em Natal.

No final de agosto, vieram dois nomes: Camilo Santana (Educação) e Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional).

Santana, no dia 21, lançou o Programa Criança Alfabetizada, o Programa Escola em Tempo Integral e o Pacto Nacional pela Retomada de Obras da Educação Básica, que é uma espécie de “manual de instruções” para os estados que possuem obras paralisadas ou inacabadas e planejam retomar essas obras com o aporte financeiro e técnico do Governo Federal.

No dia seguinte, 22, Góes foi até a Barragem de Oiticica, que já está com mais de 94% da obra concluída, à Passagem das Traíras e a locais que fazem parte do Projeto Seridó, que vai criar uma estrutura hídrica para garantir o abastecimento de 22 municípios da região.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.