Ladrões furtam fios e equipamentos da Casa da Ribeira e deixam prejuízo de mais de R$ 20 mil
Natal, RN 3 de mar 2024

Ladrões furtam fios e equipamentos da Casa da Ribeira e deixam prejuízo de mais de R$ 20 mil

27 de setembro de 2023
6min
Ladrões furtam fios e equipamentos da Casa da Ribeira e deixam prejuízo de mais de R$ 20 mil

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar
Ladrões aproveitaram o menor movimento durante o último final de semana no bairro da Ribeira, em Natal, e na madrugada do sábado (23) para o domingo (24) furtaram equipamentos e fios da Casa da Ribeira. Até agora, o prejuízo já ultrapassa os R$ 20 mil. O alarme do espaço cultural disparou durante o final de semana, foi o que evitou um estrago maior. A equipe de vigilância foi até o local, mas não constatou nenhuma movimentação dentro da Casa. Foi só ao chegar na segunda (25), que a equipe que administra o espaço percebeu o que havia acontecido. [caption id="attachment_82954" align="alignnone" width="843"]Área externa da Casa da Ribeira depois do furtoI Imagens: cedidas Área externa da Casa da Ribeira depois do furto I Imagens:[/caption] “Semana passada notamos que o fio da câmera do lado de fora estava cortado, acho que já estavam premeditando. Chamamos a empresa que veio, olhou e disse que só poderia fazer a troca na segunda. Quando chegamos para trabalhar na segunda de manhã, tinha alguns pontos de energia funcionando e outros não. Pensamos que era porque aqui é trifásico e falamos com nosso técnico. Quando fomos ver os disjuntores, que é na parte da varanda do teatro, nos deparamos com o caos. Eles puxaram os fios com tanta força, que a caixa toda se desmontou”, relata Jeane Ataíde, Gerente Institucional da Casa da Ribeira. [caption id="attachment_82955" align="alignright" width="169"]Área externa da Casa da Ribeira depois do furto I Imagens: Área externa da Casa da Ribeira depois do furto I Imagens:[/caption] Os ladrões levaram a condensadora do ar-condicionado que fica na sala da direção e dois condicionadores de ar que ficam na área do teatro e que possuem capacidade de 60.000 Btus, são aparelhos específicos e só podem ser comprados por encomenda. Os dois aparelhos da Casa da Ribeira vieram de São Paulo. Além disso, os ladrões não conseguiram levar, mas danificaram um outro ar-condicionado ainda maior, de 90.000 Btus. “Esse vamos tentar reconstruir. Levaram todo cabeamento e, também, o condensador da sala de exposições e danificaram a outra. Nos desesperamos! Quando vimos, nos desesperamos, começamos a gritar. Foi um choque, porque não temos dinheiro. Estamos, inclusive, escrevendo e pedindo a poio a parlamentares e empresas porque o prejuízo é muito grande. Conseguimos encontrar duas condensadoras em João Pessoa com um valor bem abaixo, mas porque já são usadas. Nesse interim, já vão R$ 24 mil e isso só para resolver o teatro e instalação na parte de cima com cerca elétrica. Ainda vamos ter que ter a resolução do ar da sala da direção e da sala de exposições. Se não tiver como consertar a condensadora, teremos que comprar novas e aí já vai mais uns R$ 20 e poucos mil”, calcula Jeane.

Prejuízo no crédito 

Com agenda de espetáculos programada para a próxima semana, a solução encontrada pelo grupo foi comprar o material emergencial para garantir o funcionamento da Casa da Ribeira no cartão de crédito dos diretores. “Eles já não têm pró-labore e trabalham aqui voluntariamente, mas estamos usando os cartões dos diretores para comprar essas máquinas usadas, além dos fios e cabos para repor, contratando a empresa para instalar amanhã. O dinheiro não há, estamos buscando apoio nesse interim e comprando agora para que possamos pagar lá na frente”, desabafa a Gerente Institucional da Casa da Ribeira. [caption id="attachment_82956" align="alignnone" width="843"]Área externa da Casa da Ribeira depois do furto I Imagens: Equipamento destruído na área externa da Casa da Ribeira depois do furto I Imagens:[/caption]

Abandono

Apesar do nome respeitado e reconhecido, a Casa da Ribeira é um espaço independente, que não tem financiadores e é mantida a duras penas. O espaço foi idealizado pelo Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare e desde 2001 é administrado por artistas e produtores, através de uma associação cultural com personalidade jurídica própria. “A Ribeira está nessa situação muito difícil, quase toda semana os fios de internet são roubados, é um prédio que é arrombado, já teve outro nessa situação aqui na rua de onde levaram tv... bem preocupante a situação”, lamenta Jeane Ataíde. [caption id="attachment_82957" align="alignnone" width="797"]Sala de Exposições I Foto: reprodução Sala de Exposições teve equipamentos levados I Foto: reprodução[/caption] A Casa da Ribeira  já recebeu festivais e peças importantes. Em agosto, o Grupo Carmin comemorou os dez anos da peça Jacy com apresentações no espaço, que foi fundado por artistas envolvidos com a arte do teatro na cidade e a tentativa de resgate do bairro histórico da Ribeira. "A Invenção do Nordeste", outro espetáculo premiado do Grupo Carmim também foi encenado pelo grupo no espaço. A peça já passou por vários estados do Brasil e concorreu ao 13º Prêmio APTR - Associação dos Produtores de Teatro, levando o prêmio de "Autor", com Henrique Fontes e Pablo Capistrano, além de  "Ator Coadjuvante", com Robson Medeiros e Mateus Cardoso. [caption id="attachment_82962" align="alignnone" width="984"]Momento da peça Jacy I Foto: divulgação Quitéria Kelly e Henrique Fontes em momento da peça Jacy I Foto: divulgação[/caption] [caption id="attachment_82963" align="alignnone" width="399"]Cena de A Invenção do Nordeste I Foto: divulgação Cena de A Invenção do Nordeste I Foto: divulgação[/caption]

Como ajudar

WhatsApp: 84 98704 0265 Email: [email protected] [caption id="attachment_82958" align="alignnone" width="977"]Área do Teatro I Foto: reprodução Área do Teatro também foi afetada I Foto: reprodução[/caption]

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.